Questões na prática

Clínica Médica

Infectologia

Hematologia

Hepatologia

Paciente com história de hepatite crônica por vírus C, sem seguimento médico ambulatorial há 12 anos, apresenta-se ao pronto-socorro com queixa de aumento progressivo de volume abdominal e desconforto respiratório. Ao exame apresenta-se consciente, com aranhas vasculares, eritema palmar, ascite tensa e circulação colateral evidente em parede abdominal. Baseando-se no caso apresentado, assinale a alternativa INCORRETA:

A
Na presença de RNI acima de 2 deve-se transfundir plasma fresco antes de realizar a paracentese.
B
Na presença de mais de 250 polimorfonucleares na análise do líquido ascítico deve-se suspeitar de peritonite bacteriana espontânea.
C
Pela presença de desconforto respiratório e ascite tensa, a conduta inicial de escolha é a paracentese terapêutica com retirada de até 5.000 ml do líquido ascítico.
D
Na terapia de manutenção utiliza-se espironolactona associada à furosemida.
E
O uso de diuréticos por via endovenosa não está indicado no tratamento de ascite secundária a cirrose.
Depressão é uma desordem psiquiátrica muito mais frequente do que se imaginava. Estudos recentes mostram que 10% a 25% das pessoas que procuram os clínicos gerais apresentam sintomas dessa enfermidade. No entanto, seu diagnóstico continua sendo equivocado, sub ou superestimado. Considerando os critérios listados no DSM – IV (Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders em sua 4ª edição) aquele que é obrigatório para o diagnóstico de depressão é:
Assinale a resposta certa quanto à fisiopatologia das queimaduras:
A marcha de Trendelenburg representa a fraqueza de qual músculo?
São considerados rotadores internos do ombro, exceto:
Compartilhar