Questões na prática

Pediatria

Doenças Respiratórias

Paciente com oito meses é atendido no posto de saúde com história de febre baixa, tosse e coriza, há 48 horas. No exame físico, foi observada discreta hiperemia de membrana timpânica à direita e frequência respiratória de 41 irpm, sendo observada, ainda, discreta sibilância na ausculta respiratória. Foi prescrito amoxacilina na dose de 90mg/Kg/dia, tendo sido justificado pelo médico que o paciente estaria com otite média aguda à direita e pneumonia. Sobre este atendimento, assinale a alternativa correta:

A
Pelas normas do Ministério da Saúde/OMS, realmente o paciente apresenta o diagnóstico de pneumonia. Entretanto, a dose de amoxacilina deveria ter sido de 50mg/Kg/dia.
B
Apesar de o diagnóstico de pneumonia não estar correto, como a resistência bacteriana ao pneumococo está crescendo no Brasil e o paciente em questão é um lactente jovem, foi correto o uso de amoxacilina na dose de 90mg/Kg/dia, já que o paciente apresentava clínica de otite média aguda bacteriana.
C
O único erro observado no caso é que a discreta de hiperemia de membrana timpânica à direita não permite o diagnóstico de OMA, já que qualquer resfriado comum pode cursar com hiperemia de MT.
D
Apesar de a FR estar aumentada para idade, o que, pelas normas do MS/OMS, permite o diagnóstico de pneumonia, a presença de espasticidade implicaria a necessidade de nebulização com beta 2 e, depois, a reclassificação da FR.
E
O quadro clínico poderia ser compatível com bronquiolite viral aguda.
O agente etiológico mais frequente nas osteomielites em crianças com anemia falciforme é:
Recém-nascido com 72 horas de vida, sem intercorrências no período neonatal, receberá alta da maternidade em algumas horas. Em relação ao teste de triagem neonatal (teste do pezinho) pode-se afirmar que, de acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente, a responsabilidade pela sua realização compete:
Em caso de criança com suspeita clínica de hepatite viral, os marcadores virais séricos a serem solicitados para definição do agente etiológico são:
Considere as seguintes alterações clínicas relacionadas com a desnutrição proteico-energética grave e marque a letra onde estão as características do marasmo na criança. I. hepatomegalia acentuada; II. atrofia muscular; III. edema de membros inferiores; IV. ausência de gordura subcutânea.
Compartilhar