Questões na prática

Dermatologia

Dermatologia

Paciente com reação urticariforme intensa, com resolução do quadro após 10 dias de tratamento com dose plena de prednisona. Que cuidado deve ser tomado para a retirada do corticoide?

A
redução de 20% da dose a cada 7 dias até retirada total.
B
retirada gradual com reposição em caso de estresse.
C
nenhum cuidado especial, podendo ser retirado de uma vez.
D
redução da dose terapêutica para uma dose fisiológica e, em seguida, retirar lentamente para permitir a recuperação do eixo hipotálamo-hipófise-adrenal.
Paciente de 65 anos, tabagista (30 cigarros/dia) desde os 20 anos, veio a consulta urológica por hematúria macroscópica assintomática com início há 10 dias. O exame de urina apresentava número elevado de eritrócitos (mais de 100/campo) e ausência de leucócitos no sedimento urinário. A urocultura foi negativa, e os exames de função renal estavam normais. O exame digital da glândula prostática foi normal, e a dosagem do antígeno prostático específico revelou 1ng/ml. A ultrassonografia abdominal demonstrou lesão vegetante de, aproximadamente, 3 cm no trígono vesical. Com base nestes dados, qual a conduta inicial mais adequada?
A respeito do crack, pode-se afirmar que: I- os pulmões absorvem aproximadamente 100% do crack inalado. A via pulmonar torna mais curto o caminho da droga ao cérebro, podendo seus primeiros efeitos serem sentidos de 10 a 15 segundos. II- a duração dos efeitos do crack é muito rápida, em torno de 5 minutos. Isso faz com que o usuário volte a usar a droga com mais frequência, facilitando a sua dependência. III- podem ser atribuídos ao crack os seguintes efeitos no organismo dos usuários: sensação de prazer e euforia, insônia, perda da sensação de cansaço, aumento da libido, delírios e alucinações. Assinale a alternativa correta.
RN, sexo feminino, IG de 31 semanas (Ballard), AIG, nascido de parto cesáreo de mãe com DHEG, GI, PI, que fez pré-natal completo sem outras intercorrências, evolui com sofrimento respiratório progressivo. Com base nesse breve relato, a principal hipótese diagnóstica é:
Na avaliação pré-operatória de uma colecistectomia videolaparoscópica eletiva de um homem com 45 anos de idade, em que a anamnese e o exame físico não sugerem doença cardíaca isquêmica, insuficiência cardíaca, diabetes mellitus, aterosclerose generalizada ou doença renal crônica, sendo este homem capaz de subir dois andares sem sintomas, a conduta recomendada é:
Compartilhar