Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Ginecologia

Paciente de 18 anos, iniciou atividade sexual há 02 (dois) anos, com acompanhamento médico regular, fazendo uso de anticoncepcional oral desde então. Procurou ambulatório de ginecologia com história de que o parceiro atual apresentava “verrugas genitais“. Ao exame ginecológico não foi observada qualquer lesão em vulva, vagina ou colo uterino, a visão desarmada. Foi realizada coleta de material para colpocitologia oncótica, cujo resultado foi de Lesão intraepitelial de baixo grau/NIC I. A conduta mais adequada para este quadro é:

A
Realizar colposcopia com biópsia por cirurgia de alta frequência, caso a lesão seja completamente visível;
B
Realizar colposcopia e caso seja insatisfatória, realizar conização de imediato;
C
Aplicar ácido tricloroacético a 90% na junção escamo colunar estimulando a reepitelização;
D
Repetir a colpocitologia em 06 (seis) meses e caso a alteração persista, realizar colposcopia com exame histopatológico para descartar lesão mais grave.
Paciente com um ano de idade apresenta ao exame: irritabilidade, púrpura, gengivas hemorrágicas, dor óssea e hemorragia perioteal com tumefação óssea. Assinale a provável deficiência de micronutrientes responsável pelo quadro acima:
Pré-escolar com 4 anos, procurou ambulatório de pediatria com queixa de febre há 8 dias, edema de mãos e pés, congestão conjutival bilateral, hiperemia difusa de mucosa oral e faríngea, além de exantema. Assinale o provável diagnóstico:
Seu José, 74 anos, tabagista, 60 Kg, com hipertensão arterial há 4 anos e claudicação intermitente há 11 meses. Usava sinvastatina para hipercolesterolemia, atenolol e hidroclorotiazida, porém a pressão arterial mantinha-se em 190/115 mmHg, com creatinina sérica de 1,5 mg/dL. Foi introduzido captopril 75 mg/dia, sem ser conseguido o controle da pressão arterial. Portanto, foi aumentada a dose de captopril para 150 mg/dia. Após 10 dias, retorna para reavaliação com PA = 138/80 mmHg, FC = 96 bpm, com a presença de frêmito epigástrico, sem dor abdominal. Não apresentava edema em membros inferiores, nem alteração da cor dos pés. Pulsos poplíteos normais e pediosos diminuídos. Exames: ureia = 90,0 mg/dL; creatinina sérica = 3,6 mg/dL; K = 5,6 mEq/L; EAS = densidade 1018, traços de proteínas, sem sangue, exame do sedimento normal. A primeira conduta mais adequada para esse paciente é:
Sr. Pedro, 82 anos, procurou seu médico de família com escoriações em mmii e hematoma em face após episódio de queda no banheiro de sua casa. Sr. Pedro vive com Dona Lourdes, 80 anos, 1 filha viúva de 56 anos e 2 netas. Veio à consulta acompanhado pela filha, ela relatou que Dona Lourdes também caíra 2 vezes no último mês. Todas as alternativas abaixo seriam contraindicações absolutas para Sr. Pedro iniciar de forma lenta e gradual um programa de atividade física, EXCETO:
Compartilhar