Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Ginecologia

Paciente comparece ao ambulatório de Ginecologia apresentando sintomas compatíveis com climatério, mais ainda não apresenta critérios absolutos para este diagnóstico. Caso o médico julgue necessário, para fazer o diagnóstico laboratorial da falência ovariana, deve ser solicitado primariamente a dosagem sérica de:

A
LH;
B
FSH;
C
Estradiol;
D
Progesterona.
Em relação às fases da cicatrização de feridas, é correto afirmar:
Paciente do sexo feminino, 65 anos, é submetida a colecistectomia video-laparoscópica,devido a colelitíase. Na cirurgia, a parede da vesícula biliar aparenta espessamento. O anátomo-patológico revela adenocarcinoma de fundo de vesícula biliar de 1 cm de diâmetro, com invasão de camada muscular, porém sem ultrapassar a serosa. O estadiamento pósoperatório com tomografia de abdome e tórax não evidencia metástases a distância. A conduta adequada, nesse caso, é:
A prevalência de cultura de bile positiva é alta na colecistite aguda e na colangite. Os mais comuns germes gram negativos e gram positivos encontrados nessas condições são, respectivamente:
O atendimento inicial do politraumatizado consiste de uma rápida avaliação primária com o objetivo de identificar e tratar imediatamente as situações com risco de morte, não devendo ultrapassar 5 a 10 minutos. O passo inicial é:
Compartilhar