Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Obstetrícia

Paciente de 22 anos, G2P1A0 (parto vaginal há 3 anos), 33 semanas, chega à emergência da maternidade com sangramento vivo e indolor, de leve intensidade, de início há 2 horas. PA 120 X 80 mmHg, pulso 76 bpm, FR 16 irpm. Ao US evidencia-se placenta prévia marginal e feto com boa vitalidade (BCF 144 bpm, ILA 150 mm, boa movimentação fetal). Qual a conduta mais adequada?

A
Interrupção imediata da gestação por cesariana.
B
Progesterona via vaginal e acompanhamento ambulatorial semanal.
C
Internação, corticoterapia e observação clínica.
D
Corticoterapia e acompanhamento ambulatorial semanal.
E
Indução imediata do parto por via vaginal
No “screening” da síndrome demencial utiliza-se, com frequência, o mini exame do estado mental. Quando de sua aplicação é solicitado ao paciente que repita, imediatamente, três palavras pronunciadas pelo examinador. Este teste objetiva a avaliação da memória:
Paciente 22 anos, primigesta, é admitida em trabalho de parto efetivo, com idade gestacional estimada de 38 semanas e 5 dias, com base na data da última menstruação. A bolsa amniótica estava íntegra, com cervicodilatação de 2 centímetros, apresentação cefálica, e amnioscopia evidenciando liquido claro com grumos. Ao ser interrogada sobre seus antecedentes, negou ter feito pré-natal, e seu namorado, pai da criança, encontrava-se detido há 3 anos na penitenciária estadual. No processo de internação, foi submetida ao teste rápido anti-HIV, cujo diagnóstico foi reagente. De acordo com orientações do Ministério da Saúde (2006), a conduta mais apropriada para o caso incluirá:
Menina de 17 anos, procura mastologista por nódulo palpável em mama direita com cerca de 15 mm. Preocupada em virtude da avó ter falecido por câncer de mama aos 67 anos. A rotina propedêutica para essa jovem consiste em:
Assinale a alternativa que indica a tríade do glaucoma congênito:
Compartilhar