Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Obstetrícia

Paciente de 22 anos, submeteu-se a esvaziamento uterino por mola hidatiforme completa. Apresentou os seguintes níveis de beta-hCG (em mUI/ml) no seguimento pós-molar: 3200 (1º dia), 900 (7º dia), 870 (14º dia) e 850 (21º dia).

A
Trata-se de declínio adequado de níveis de beta-hCG, indicando evolução normal para cura e não necessita de avaliação complementar.
B
A descida nos níveis de beta-hCG está lenta, porém gradual, devendo-se esperar até 10 semanas para negativação.
C
Trata-se de tumor trofoblástico gestacional e deve ser discutida a opção de nova curetagem uterina ou histerectomia.
D
A curva de beta-hCG é inconclusiva, devido ao pequeno tempo de seguimento.
E
Trata-se de coriocarcinoma, pois os níveis de beta-hCG estão elevados.
Paciente de 62 anos, hipertenso crônico e ex-tabagista, realiza atividade física regularmente, faz caminhadas durante uma hora 5 vezes por semana, é assintomático do ponto de vista cardiovascular, não apresenta outras doenças associadas, o exame físico é normal. O paciente é candidato a colectomia devido a tumor de sigmoide. Quais exames pré-operatórios devem ser solicitados?
Em portador de estenose aortoilíaca, com queixa de claudicação intermitente na panturrilha esquerda, o que necessariamente seria esperado encontrar no exame físico?
O retalho cutâneo axial caracteriza-se por:
Para a classificação de pneumonia em ambulatório de pediatria, segundo a Organização Mundial da Saúde, devem ser considerados(as):
Compartilhar