Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Obstetrícia

Paciente de 22 anos, submeteu-se a esvaziamento uterino por mola hidatiforme completa. Apresentou os seguintes níveis de beta-hCG (em mUI/ml) no seguimento pós-molar: 3200 (1º dia), 900 (7º dia), 870 (14º dia) e 850 (21º dia).

A
Trata-se de declínio adequado de níveis de beta-hCG, indicando evolução normal para cura e não necessita de avaliação complementar.
B
A descida nos níveis de beta-hCG está lenta, porém gradual, devendo-se esperar até 10 semanas para negativação.
C
Trata-se de tumor trofoblástico gestacional e deve ser discutida a opção de nova curetagem uterina ou histerectomia.
D
A curva de beta-hCG é inconclusiva, devido ao pequeno tempo de seguimento.
E
Trata-se de coriocarcinoma, pois os níveis de beta-hCG estão elevados.
Escolar, sete anos, é trazido ao Serviço de Emergência Pediátrica do HUAP devido a edema palpebral percebido pela mãe há dois dias. Paciente relata diminuição na diurese desde o dia anterior. Ao exame, revela bom estado geral, RCR 2T, eupneico, MV sem RA, PA de 130 X 90, com edema bipalpebral. Mãe relata a presença de seis lesões impetiginadas nas pernas do filho há cerca de duas semanas. Em relação ao caso em tela, assinale a afirmativa correta.
No decorrer do procedimento cirúrgico para estagiar o câncer gástrico, há consenso, na literatura sugerida, de que o número de linfonodos a serem excisados é de:
Um homem de 49 anos procura a emergência com queixa de cefaleia, fotofobia e diminuição do nível de consciência. Sua mãe teve hemorragia subaracnoidea aos 56 anos. O paciente era previamente hígido, tendo feito controle de saúde recentemente. Ao exame físico apresentava PA 148/84 mmHg e rigidez de nuca discreta. A TC de crânio não apresentava alterações. Qual a conduta apropriada para o manejo desse paciente?
Em Recém-Nascido (RN) a termo, o que caracteriza a icterícia fisiológica?
Compartilhar