Questões na prática

Clínica Médica

Pneumologia

Ortopedia

Paciente de 23 anos, com práticas esportivas regulares, com fratura de fêmur há 2 dias, apresentando dispneia intensa e confusão mental, o diagnóstico mais provável:

A
Choque hipovolêmico
B
Crise de asma brônquica
C
Tromboembolismo pulmonar
D
Embolia gordurosa
E
Broncopneumonia
Paciente, sexo feminino, 25 anos de idade, com fissura anal posterior crônica, já tendo feito uso de formadores de bolo fecal, nifedipina e nitrato tópicos anais, sem melhora. Realizou manometria anorretal com acentuada hipertonia esfincteriana. A conduta CORRETA a ser tomada é:
Paciente, 4 anos de idade, em tratamento para HIV, iniciou um quadro de tosse persistente há um mês, febre diária e inapetência.Tem histórico de a genitora ser também portadora do HIV em tratamento para BK. O RX de tórax mostra imagem de condensação em PD. Fez uso de amoxacilina com clavulonato potássico sem melhora clínica e radiologia. O PPD foi não reator. BAAR negativa em uma amostra. A melhor conduta, nesse caso, é:
Paciente, 12 meses de vida, é levado à consulta de rotina. No seu histórico correspondente à análise do desenvolvimento - capacidade de adquirir funções ou realizar tarefas -, exclui-se:
O aneurisma de aorta abdominal:
Compartilhar