Questões na prática

Clínica Médica

Gastroenterologia

Paciente de 24 anos de idade, sexo feminino, com diagnóstico de retocolite ulcerativa inespecífica. Apresenta quadro de dor abdominal difusa, febre, distensão abdominal. Ao exame físico encontra-se com confusão mental, temperatura de 39º C, abdome distendido e doloroso difusamente à palpação, com descompressão brusca positiva. A radiografia simples de abdome apresenta grande distensão de colo transverso, que tem diâmetro de 10 cm, não se observando sinais de pneumoperitônio. Com relação ao caso descrito, o diagnóstico e a conduta seriam:

A
megacolon tóxico - colectomia subtotal com ileostomia e fechamento do coto retal à Hartmann.
B
volvo de sigmoide - retosigmoidoscopia descompressiva.
C
neoplasia de colo obstruída - colostomia em ângulo hepático do colo.
D
colite pseudo-membranosa - antibióticos de largo espectro.
E
colite isquêmica - vasodilatadores.
Homem, 28 anos de idade, é levado à emergência com grave trauma craniano, após queda de cinco metros de altura. Foi intubado pelo serviço de atendimento pré-hospitalar, devido ao rebaixamento do nível de consciência. Apresenta-se taquicárdico, hipotenso e com sinais evidentes de fratura de crânio, sendo que a pupila direita está dilatada. Qual das seguintes medidas deve ser realizada imediatamente no sentido de reduzir a pressão intracraniana?
O segmento I do fígado:
Homem de 23 anos procura o pronto socorro com queixa de dor e inchaço do pênis há 4 horas. Durante relação sexual com esposa ouviu um estalido e, a seguir, apresentou detumescência peniana com perda da ereção. Ao exame físico, o paciente apresenta grande equimose na haste peniana e uretrorragia. Assinale a alternativa que melhor descreve a conduta a ser tomada pelo médico assistente:
Assinale a alternativa INCORRETA quanto à diarreia na infância.
Compartilhar