Questões na prática

Clínica Médica

Ginecologia e Obstetrícia

Hepatologia

Paciente de 25 anos procurou atendimento com médico com náuseas, vômitos, icterícia, dor abdominal em hipocôndrio D e febre de instalação há cinco dias. Durante esse período fez uso de paracetamol e vários anti-inflamatórios para alívio da febre. Os exames laboratoriais mostram: HBsAg negativo, Anti-HbC IgM negativo, Anti-HbC IgG positivo, Anti-Hbs positivo, anti-HVA IgG positivo, TGP 500 U/L (limite superior da normalidade: 40 U/L), TGO 346 U/L (limite superior da normalidade: 36 U/L). O ultrassom abdominal é compatível com hepatomegalia. Qual o diagnóstico mais provável?

A
Hepatite B crônica com mutação pré-core
B
Hepatite B crônica sem mutação pré-core
C
Hepatite B aguda na fase de janela imunológica
D
Hepatite B curada e hepatite de outra causa
E
Hepatite A
Com relação à hipercalcemia, julgue os itens a seguir. I- Pode ser causada por hipoparatireodismo. II- Associa-se ao desenvolvimento de diabete insípido nefrogênico. III- Em pacientes com essa anormalidade, e possível observar encurtamento do intervalo QT no eletrocardiograma. IV- O espasmo laríngeo e o sinal de Trousseau são manifestações clínicas associadas a esse distúrbio. V- O uso de beta-2 agonistas por via inalatória é útil no tratamento agudo dessa alteração eletrolítica, até que a causa primária seja controlada. Estão certas apenas os itens:
É indicado o uso de trombólise intravenosa em paciente que tenha recebido o diagnóstico de acidente vascular cerebral isquêmico, e que apresente:
O tratamento cirúrgico preferencial para as estenoses biliares benignas, decorrentes de fibrose pós-cirúrgica, que ocorrem ao nível da confluência dos ductos biliares, é:
Paciente do sexo feminino, 43 anos, branca, portadora de diabetes mellitus há aproximadamente 3 anos, deu entrada no pronto socorro com quadro de polis, emagrecimento, mal estar e vômitos. Sem outros sintomas. Nega tabagismo, alcoolismo e outras doenças. Medicações em uso: metformina XR 500mg/dia. Ao exame físico, paciente em mal estado geral, taquipneica, desidratada, IMC: 26,3kg/m², PA: 150x90mmHg, FC: 120bpm, auscultas respiratória e cardíaca sem alterações. Exames laboratoriais: glicemia: 785mg/dl, Na: 150mEq/L, k: 5,2 mEq/L, HCO3: 21mEq/L, creatinina: 1,5mg/dl. Assinale a alternativa correta quanto ao diagnóstico e à terapêutica para esse caso.
Compartilhar