Questões na prática

Clínica Médica

Hematologia

Paciente de 32 anos apresenta gengivorragia ao escovar os dentes, bolhas hemorrágicas em cavidade oral e equimoses em membros inferiores há três dias. Está corada, afebril e não apresenta hepatoesplenomegalia. O hemograma revela Hcto 38%; Hb 13,5 g/dl; leucócitos 9.500/mm³ com 1% basófilos, 4% eosinófilos, 5% bastões, 70% segmentados, 16% linfócitos e 4% monócitos, plaquetas 18.000/mm³, TAP = 14 segundos com 85% de atividade, PTT = 37 segundos. O diagnóstico mais provável é:

A
Púrpura trombocitopênica imunológica aguda
B
Leucemia mieloide aguda
C
Dengue hemorrágica
D
Aplasia medular
Paciente, 26 anos, chega à emergência com quadro de dor e distensão abdominal associado a vômitos biliosos, iniciados há dois dias. Refere que há dois anos (peso de 105 kg, altura de 1,60 m, sem comorbidades) realizou By-pass Gástrico em Y de Roux (BGYR) para tratamento de obesidade mórbida, perdendo 35 kg até o momento. Sobre esse caso, é correto afirmar que:
São medicações de primeira linha no tratamento medicamentoso de um paciente tabagista:
Paciente portador de tumor do mediastino com achado laboratorial de alfatetoproteína elevada, o diagnóstico mais provável é:
Uma maratonista após um período prolongado de treinamento notou dor ao nível do antepé direito, progressiva, que piorava durante o treino matinal e melhorava com o repouso. Qual a suspeita clínica mais provável, e qual(is) o(s) métodos(s) diagnóstico(s) a serem solicitado(s)?
Compartilhar