Questões na prática

Clínica Médica

Infectologia

Paciente de 32 anos, masculino, internado há 5 dias com dispneia por pneumonia da comunidade. Febre alta nos 2 primeiros dias e 1 pico de 38ºC há 48h. Atualmente: Consciente, frequência cardíaca de 76 por minuto, frequência respiratória de 18 por minuto, PA 110x60 mmHg, saturação 2 de 97% com ar ambiente e RX de tórax com infiltrado no 1/3 inferior do hemitórax esquerdo. Em situações como esta, qual seria a melhor conduta?

A
Manter o internamento até completar os 10 dias de antibiótico.
B
Mudar o esquema de antibiótico.
C
Alta hospitalar com antibiótico oral, ambulatorial.
D
Punção do hemitórax esquerdo para diagnóstico etiológico.
E
Transferir para UTI.
Frente a um lactente com meses de idade, que nasceu a termo, mas com baixo peso, e que está em aleitamento materno exclusivo, pode-se afirmar que:
Paciente de 63 anos, tabagista, com hipertensão não controlada e histórico familiar de aneurisma, foi diagnosticada com aneurisma da aorta abdominal infrarrenal de 7,3 cm de diâmetro. Os exames de avaliação pré-operatória mostraram doença pulmonar obstrutiva crônica moderada e fração de ejeção de 53%: ecocardiograma de estresse com dipiridamol não revelou alterações significativas; e a avaliação da função renal indicou taxa de filtração glomerular de 70 ml/min/1,73 m². Em relação ao tratamento de aneurisma, assinale a assertiva CORRETA.
A avaliação do desenvolvimento de uma menina de 6 meses deve apresentar os seguintes marcos do desenvolvimento, EXCETO:
Uma paciente de 32 anos queixa-se de ansiedade, tremores, palpitações e dor na região cervical. Segundo informa, o quadro iniciou-se duas semanas após um episódio compatível com uma virose respiratória. Ao exame físico, a paciente apresenta-se taquicárdica, com mãos quentes e úmidas, além de sentir dor à palpação da tireoide seus exames revelam um TSH ultrassensível suprimido ( < 0,003 UI) e dosagens de T3 e T4 muito elevadas. A velocidade de hemossedimentação é muito elevada ( 100 mm primeira hora). A captação de iodo radioativo revela-se muito reduzida, e a dosagem de tireoglobulina sérica é elevada. Qual é o diagnóstico que se impõe como correto?
Compartilhar