Questões na prática

Clínica Médica

Infectologia

Paciente de 32 anos, sexo feminino, com diagnóstico de pielonefrite comunitária, encontra-se toxemiada, febril, com muita dor lombar e vômitos. Qual a melhor escolha antibiótica?

A
Aminoglicosídeo, amicacina ou garamicina em dose única diária (por serem antimicrobianos concentração-dependentes).
B
Ceftriaxona EV, dose dobrada em dose única diária (por ser um antibiótico concentração dependente).
C
Aminoglicosídeo, amicacina em dose única diária (por ser um antimicrobiano tempo dependente).
D
O melhor esquema seria garamicina ou amicacina 2 a 3 x dia, por serem tempo dependentes.
E
Ciprofloxacina VO, 500 mg 2 x ao dia.
Recém nascido com 3 dias de vida apresenta conjuntivite com secreção purulenta e abundante e quemose, pálpebras demaciadas, tensas conjuntiva avermelhada. O diagnóstico mais provável da conjuntivite é:
Em relação a conduta diante de corpos estranhos em conduto auditivo externo:
O termo carcinoma de células renais (CCR) é usado para descrever tumo res que surgem nos rins mas que incluem, na sua definição, uma variedade de diagnósticos histológicos e entidades clínicas distintas. O CCR representa 2-3% de todas neoplasias em adultos. Atualmente, um grande número dos tumores renais são diagnosticados durante exames de imagem feitos de rotina e a maioria são menores que 7 cm e confinados ao rim, portanto, candidatos a operações poupadoras de néfrons, como a nefrectomia parcial. Assinale o item que NÃO corresponde a uma indicação de nefrectomia parcial.
Homem de 84 anos apresenta, há 6 anos, abaulamento em região inguinal direita, associado a discreto desconforto aos moderados esforços. Exame físico: PA = 160 x 105 mmHg; FC = 90 bpm; ritmo cardíaco regular, com bulhas hipofonéticas; murmúrio vesicular pulmonar diminuído nas bases; abdome flácido com hepatomegalia discretamente dolorosa e hérnia redutível em quadrante inferior direito do abdome, com anel herniário de 4 cm; presença de edema em membros inferiores (++/4+). HPP: DM, hipertenso e insuficiência cardíaca leve. Foi submetido à ressecção prostática transuretral há 2 anos, sem queixas de prostatismo ou constipação. Qual a melhor conduta para esse paciente?
Compartilhar