Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Ginecologia

Paciente de 32 anos, usuária de anticoncepcional oral, apresenta-se com queixa de corrimento vaginal amarelado, abundante, fétido, com prurido vulvar e dispareunia. Ao exame especular, nota-se corrimento abundante e espumoso com cervicite focal. O pH vaginal é de 6,0. O diagnóstico etiológico provável é:

A
Candidíase.
B
Vaginose bacteriana.
C
HPV.
D
Tricomoníase.
E
Herpes vírus.
As mordeduras podem complicar-se com infecções graves, consequentes à grande variedade e alta concentração de bactérias na boca. O antimicrobiano de primeira escolha para a maioria das mordeduras é:
Criança nascida com 28 semanas de idade gestacional e 1.100 g, fruto de parto vaginal com bolsa rota após 22 horas, apresentou dificuldade respiratória precoce. O exame radiológico foi sugestivo de doença da membrana hialina. Fez uso de surfactante exógeno com 2 horas de vida, sem melhora. Qual o diagnóstico mais provável?
Paciente no curso da 33ª semana de gravidez, apresentando níveis tensionais elevados (150/105 mm Hg) acompanhado de sangramento transvaginal de coloração escura e de início abrupto, ausculta fetal duvidosa. O diagnóstico mais provável é:
Paciente, três anos de idade, é internado com história de tosse há 2 semanas, tendo piorado nos últimos dias com febre alta, anorexia e crises convulsivas. O exame físico mostra que o estado geral é precário, toxemiado, gemente, dispneico com tiragem IC. O RX de tórax mostra imagem de condensação bilateral. O PPD foi forte reator e o LCR: hipercelularidade, hiperproteinorraquia e hipoglicemia. O diagnóstico mais provável é:
Compartilhar