Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Ginecologia

A bexiga hiperativa é caracterizada por urgência miccional, com ou sem incontinência de urgência e associada ao aumento da frequência miccional, podendo ser primária (idiopática) ou secundária. São causas conhecidas de bexiga hiperativa:

A
HPB, cirurgias de amputação de reto, neuropatia periférica.
B
obstrução do colo vesical, prolapso uterino, AVC.
C
trauma raquimedular, histerectomia ampliada, neuropatia diabética.
D
HPB, incontinência urinária de esforço, neuropatia periférica.
O mecanismo que desencadeia o delírio é desconhecido. A teoria que apresenta maior evidência é:
Um homem de 20 anos é trazido para a sala de emergência pela polícia após um surto no campus da universidade local. De acordo com seu prontuário médico, consta tratamento prévio de depressão. Ele descreve seu humor como “ótimo”, mas alega estar acordado por quatro dias devido ao trabalho em várias invenções. Ele admite ter pensamentos rápidos e acredita que Deus o escolheu para ser o Messias. Na verdade, anjos lhe ordenaram roubar a associação dos estudantes, a fim de começar uma nova igreja. Exame toxicológico de urina realizado a fim de descartar abuso de drogas como causa de seus sintomas, muito provavelmente revelará qual substância?
São sinais de perigo ou gravidade nas pneumonias adquiridas na comunidade:
Lactente nasceu bem, com cianose leve, piorando de modo progressivo, taquipneia, cansaço às mamadas, gemência. É a mais comum das cardiopatias congênitas:
Compartilhar