Questões na prática

Clínica Médica

Reumatologia

Paciente de 35 anos, sexo masculino, comparece ao ambulatório com queixa de dor lombar persistente há seis meses. Refere que a mesma é pior ao acordar e melhora ao longo do dia com movimentação ou exercícios. Procurou pronto-socorro há alguns meses, tendo recebido receita de anti-inflamatório, do qual faz uso eventual com melhora parcial do quadro. Exame físico mostrou dor à palpação das articulações sacroilíacas e restrição da flexão da coluna (teste de Schober positivo). Exames laboratoriais recentes estão normais. Radiografia de tórax e de sacroilíacas estão normais. Considerando a principal hipótese diagnóstica para este paciente, qual a conduta terapêutica mais adequada no momento?

A
Iniciar corticoide oral.
B
Iniciar sulfassalazina.
C
Iniciar metotrexato.
D
Iniciar antagonista de TNF.
E
Iniciar anti-inflamatório em horários fixos.
Na Síndrome dos ovários policísticos, não encontramos:
Durante anestesia em paciente hipertenso e obeso, a ocorrência da supradesnivelamento de 2 mm persistente do segmento ST no ECG sugere:
Paciente de 75 anos fez uma cirurgia de hernioplastia inguinal convencional direita pela técnica de Bassini há 6 meses. Há dois meses começou com dor e abaulamento ao esforço, foi diagnosticada recidiva da hérnia e proposto hernioplastia laparoscópica com aposição de tela. São motivos para a realização de antibioticoprofilaxia:
De acordo com o manual do Ministério da Saúde, devemos considerar como sinais de alarme na dengue os sinais e/ou sintomas listados abaixo, exceto:
Compartilhar