Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Obstetrícia

Ginecologia

Paciente de 38 anos, Gesta 5 para 4,4 partos normais, há 10 horas em trabalho de parto, apresenta-se com 8 cm de dilatação, colo médio e fino, apresentação cefálica no plano -3 de De Lee. Durante acompanhamento do trabalho de parto o obstetra constatou queda da frequência cárdio-fetal do tipo DIP-III e pequeno sangramento vaginal. Em relação aos dados clínicos apresentados, qual o provável diagnóstico?

A
Trabalho de parto normal.
B
Sofrimento fetal crônico.
C
Circular de cordão umbilical.
D
Distócia de colo.
O diagnóstico mais provável associado ao aspecto radiológico de infiltrado reticulogranular (vidro moído), em recém-nascido com quadro de desconforto respiratório é:
Paciente de 4 anos de idade da entrada no ambulatório apresentando massa palpável em QSD, hematúria e hipertensão. Qual o diagnóstico provável?
Uma criança de cinco anos é avaliada pelo pediatra do plantão que solicita a sua avaliação por apresentar um tumor cistico na linha média do pescoço, inferior ao osso hióide, móvel à deglutição, sem sinas inflamatórios. Na sua opinião qual o diagnóstico mais provável?
Criança do gênero masculino, nascida a termo por parto normal, com um mês de vida e antecedente de hidronefrose ante natal, grau III pela Sociedade Fetal de Urologia. Há um dia realizou ultrassom do aparelho urinário que evidenciou: dilatação do sistema pielocalicial unilateral, afilamento do parênquima renal, diâmetro AP da pelve renal de 3,0 cm, ureteres não dilatados e rim contralateral normal. Qual o melhor exame complementar a ser solicitado, para avaliar a necessidade de tratamento cirúrgico nesta criança?
Compartilhar