Questões na prática

Clínica Médica

Infectologia

Dermatologia

Hepatologia

Dermatologia

Paciente de 38 anos, masculino, portador de hepatite C apresenta há 6 semanas lesões papulares eritematovioláceas em tornozelos e punhos e lesões reticulares esbranquiçadas em mucosa jugal e lábios. Refere prurido intenso e aparecimento de lesões lineares em áreas de escoriação. Ao exame, é possível perceber linhas esbranquiçadas reticuladas no topo das pápulas. Com relação a esse caso, é INCORRETO afirmar:

A
Alguns medicamentos como cloroquina e hidroclorotiazida podem induzir lesões semelhantes ao líquen plano.
B
O fenômeno de Koebner ocorre no líquen plano e está demonstrado no caso acima ilustrado.
C
O acometimento de mucosas, couro cabeludo e unhas é incomum.
D
As estrias de Wickham são mais bem visualizadas à dermatoscopia ou após aplicação de óleo mineral sobre a pápula.
E
<p>O líquen plano está associado à hepatite C em cerca de 20-30% dos casos.</p>
A parotidite pode ocorrer em pacientes cirúrgicos, principalmente em indivíduos idosos desidratados. O tratamento deve ser direcionado no sentido de reidratação, estimulação da salivação e administração de antibióticos contra o agente etiológico mais comum, conhecido como:
Um homem procura médico para orientação sobre quando deve iniciar prevenção para neoplasia de próstata e a que exames deve ser submetido. Qual deve ser a resposta do médico?
Recém-nascido com história de mecônio no liquido amniótico é internado na UTI neonatal, com quadro de insuficiência respiratória moderada, sendo colocado inicialmente em CPAP nasal 40%. O RX de tórax evidencia infiltrado grosseiro heterogêneo bilateral. Iniciado ampicilina e gentamicina, evoluiu com o aumento das necessidades de oxigênio nas primeiras 12 horas de vida e retenção de CO2, sendo necessário intubação traqueal e ventilação mecânica. Permaneceu em hipoxia, mesmo diante de parâmetros elevados do respirador e de oxigênio a 100%. A repetição do RX evidenciou o mesmo padrão inicial. A conduta mais correta, neste caso, seria:
Menino, 9a, comparece em Unidade Básica de Saúde para consulta de rotina anual. Mãe refere que criança vem apresentando roncos noturnos, sono agitado e episódios de pausa respiratória. Acha que o filho é agitado, desatento e dorme na sala de aula. Antecedente pessoal: rinite, controlada com higiene nasal e profilaxia ambiental. Exame físico: hipertrofia de amígdalas grau III, hipertrofia de cornetos nasais e respiração oral. O DIAGNÓSTICO E A CONDUTA SÃO:
Compartilhar