Questões na prática

Clínica Médica

Endocrinologia

Hematologia

Paciente de 40 anos, submetida há 2 anos à cirurgia de obesidade, refere perda de 35 kg nesse período. Não informa o tipo de cirurgia e não realizou acompanhamento pós-cirúrgico com a equipe que a operou. Vem à consulta com queixas de fraqueza muscular e sensação de parestesia de extremidades. Qual o diagnóstico mais provável?

A
Síndrome conversiva.
B
Deficiência de zinco.
C
Deficiência de cálcio.
D
Deficiência de vitamina B12.
E
Deficiência de ferro.
Uma mulher, com 50 anos de idade e utilizando cumarínico, necessita de uma cirurgia em caráter de emergência. Qual a conduta adequada para neutralização imediata dos efeitos cumarínicos?
Sobre a sífilis congênita, examine as assertivas abaixo: I- As gestantes que recebem tratamento para sífilis primária devem repetir o VDRL em 1, 3, 6, 12, 18 e 24 meses depois de terminado o tratamento, para confirmar a resposta terapêutica, ou até o teste torna-se não reagente. II- É considerado um caso de sífilis congênita todo recém-nascido (RN), cuja mãe teve sífilis não tratada ou inadequadamente tratada, independentemente da presença ou não de manifestações clínicas e/ou laboratoriais. III- O FTA-ABS IgG positivo diferencia a infecção neonatal da infecção materna, sendo imprescindível a realização desse exame em RN de mães tratadas de sífilis. Qual a alternativa correta?
Considerando o atendimento ao recém-nascido em sala de parto, assinale a alternativa INCORRETA.
Uma lactente de 3 meses de idade apresenta febre há 48 horas e está sem ganhar peso adequado desde a sua última consulta médica há 20 dias. Após investigação de outros dados de anamnese e exame físico foi observado comprometimento do estado geral e a presença de fimose. Foi então pensado em se tratar de infecção urinária, entre outras possibilidades. Dentre as condutas abaixo, qual a mais adequada em se tratando de infecção urinária a fim de confirmar o diagnóstico?
Compartilhar