Questões na prática

Cirurgia

Cirurgia Geral

Paciente de 41 anos, sexo masculino, submetido a laparotomia exploradora pós-ferimento por arma de fogo, com múltiplas rafias intestinais e esplenectomia, evoluiu no quinto pós-operatório com volumosa saída de secreção sero- sanguinolenta pela ferida operatória, tipo “água de carne”. Marque a alternativa CORRETA:

A
Trata-se de evisceração, devendo-se encaminhá-lo para ressutura de parede imediata.
B
Trata-se de evisceração, podendo-se reduzir o conteúdo para a cavidade e realizar sutura com anestesia local se possível, visando reduzir o trauma metabólico cirúrgico.
C
Trata-se de infecção de ferida operatória, devendo-se abrir a ferida, realizar lavagem exaustiva da mesma com soro fisiológico e iniciar a antibioticoterapia de acordo com resultado de cultura específica.
D
Trata-se de hematoma em ferida operatória, devendo-se abrir os pontos e drenar o mesmo.
E
Trata-se de seroma de ferida operatória, devendo-se abrir a ferida operatória e realizar lavagem com soro fisiológico.
No paciente pediátrico portador de anomalia de rotação intestinal, o diagnóstico pode ser feito:
O sinal clínico que mais diferencia o linfedema do lipedema (lipodistrofia) de membros inferiores é:
Em relação à hematúria na infância, considere as seguintes afirmativas: 1. Hematúria é definida por excreção de quantidades anormais de eritrócitos intactos na urina. 2. Eritrocitúria dismórfica acompanhada de proteinúria anormal é sinal confiável de doença glomerular. 3. Doença policística renal, síndrome de Alport e doença falciforme são causas hereditárias de hematúria. 4. Testes urinários que utilizam fitas reagentes podem apresentar resultados falso-positivos para hematúria em caso de urinas alcalinas (com pH > 9). Assinale a alternativa correta.
Lactente de 5 meses é levado à consulta na unidade de saúde com quadro de diarreia aquosa há 1 dia. Segundo a mãe, as evacuações são líquidas, sem muco, pus ou sangue, volumosas, com frequência de 4 a 5 episódios ao dia. Refere também pouca aceitação do leite materno nesse período e 1 episódio de vômito. Ao exame, a criança apresenta-se alerta, com olhos pouco encovados, fontanela anterior deprimida, mucosas secas, pulsos cheios, boa perfusão periférica. A conduta mais adequada para esse caso é:
Compartilhar