Questões na prática

Clínica Médica

Hematologia

Paciente de 43 anos com quadro de fadiga, cefaleia, anorexia e dor em quadrante superior esquerdo do abdômen. Ao exame nota-se massa palpável no rebordo costal esquerdo compatível com esplenomegalia. Qual das alternativas abaixo é menos provável de explicar o quadro clínico

A
policitemia vera
B
púrpura trombocitopênica idiopática
C
deficiência de fosfato
D
brucelose
E
anemia hemolítica autoimune
Criança de 9 meses veio ao consultório pediátrico para avaliação do desenvolvimento e foi aplicado o teste de triagem de desenvolvimento de Denver. As respostas obtidas foram: a cabeça acompanha o tronco durante a tração até sentar; vira-se para uma voz, não fala mama/papa, inespecífico; não fica em pé com apoio; senta sem apoio; estende o braço para o objeto; não faz preensão com polegar, dedo; alimenta-se, mas não dá adeus. O exame foi compatível com o desenvolvimento de uma criança com:
Recém Nato a termo, grande para idade gestacional, parto cesáreo, Apgar 7/9, filho de mãe diabética apresentou taquidispneia leve e desde o nascimento com sopro sistólico +/6 e fígado 02 cm da reborda costal direita. O eletrocardiograma era compatível com a idade e o ecocardiograma mostrou hipertrofia do septo interventricular, da parede anterior do ventrículo direito e parede posterior do ventrículo esquerdo, sem outras anormalidades. Hemograma Normal, provas inflamatórias negativas e sorologias do pré-natal negativas. O raio X evidenciou aumento da área cardíaca com congestão pulmonar discreta. O diagnóstico é:
Criança em idade escolar, com febre vespertina há 14 dias, sem outras queixas. Epidemiologia negativa para tuberculose. Ao exame físico apresenta-se: eupneico, com ausculta pulmonar normal, sem visceromegalias. PPD = 14 mm; radiografia de tórax: imagens micronodulares disseminadas. A principal hipótese diagnóstica é:
Sobre a paralisia cerebral hemiplégica, assinale a alternativa correta:
Compartilhar