Questões na prática

Clínica Médica

Gastroenterologia

Endocrinologia

Hematologia

Reumatologia

Paciente de 46 anos, sexo feminino, cor branca, com QDP - flatulência há mais de 10 anos, HDA - flatulência e sensação de distensão, algumas vezes associadas a períodos de fezes amolecidas, explosivas de 3 a 4 vezes ao dia, nega dor abdominal ou presença de produtos patológicos nas fezes. Antecedentes patológicos: lesões eritomatovesiculares em ambos os cotovelos, osteopenia diagnosticada há 4 anos e tratada, hipotireoidismo em tratamento, ciclo menstrual regular e habitual; antecedentes pessoais: anemia ferropriva há mais de 1 ano, tratada, história de atopia na infância; antecedentes familiares: mãe com câncer de mama. Exame físico: BEG, descorada +/4+ pele, presença de lesões populares em ambos cotovelos e demais exames sem particularidades; exames laboratoriais: Hb-10,7 leucócitos-7350 PCR- 2,3, teste de tolerância da glicose 86/94/87/84 lgA 4 AST e ALt normal, antiendomísio negativo colonoscopia normal, EDA- edema difuso das pregas duodenais com presença de pregas serrilhas. Qual é o provável diagnóstico do caso?

A
Tumor carcinoide.
B
Retocolite ulcerativa.
C
Doença celíaca.
D
Síndrome do intestino irritável.
E
Doença de Crhon.
Paciente do sexo masculino, 35 anos, atendido em consulta ambulatorial de rotina, assintomático, tabagista, apresenta-se com PA 153/93 mmHg (média de duas medidas) e IMC 28 Kg/m². Seu eletrocardiograma é normal. Segundo a V Diretriz Brasileira de Cardiologia. Os seguintes exames complementares são considerados na rotina de avaliação inicial dos pacientes hipertensos, EXCETO:
Dorotéia tem 42 anos e foi ao Posto de Saúde para coleta de colpocitologia. O resultado foi lesão de alto grau. O médico do Posto de Saúde encaminhou-a para o Serviço de Referência. A propedêutica subsequente ao achado de lesão de alto grau à colpocitologia é:
Um menino de 6 anos é admitido na enfermaria pediátrica com quadro de febre baixa e inchaço nos joelhos e tornozelos há 4 dias. Há 1 dia, apresenta dor abdominal em cólica e sangue nas fezes. Os tornozelos e pés estão moderadamente edemaciados e dolorosos. Apresenta ainda lesões purpúricas palpáveis ao redor dos tornozelos e na superfície extensora das pernas. A pressão arterial é normal. O hemograma revela anemia moderada, leucocitose e contagem normal de plaquetas. Também é encontrada hematúria. O principal diagnóstico é:
Pré-escolar de três anos de idade apresenta há dois meses quadro de diarreia, que alterna com períodos normais e de obstipação intestinal. No período de diarreia, cursa com dor e distensão abdominais, fezes líquidas, explosivas e esteatorreicas. A verminose mais compatível com esse quadro é a:
Compartilhar