Questões na prática

Clínica Médica

Gastroenterologia

Endocrinologia

Hematologia

Reumatologia

Paciente de 46 anos, sexo feminino, cor branca, com QDP - flatulência há mais de 10 anos, HDA - flatulência e sensação de distensão, algumas vezes associadas a períodos de fezes amolecidas, explosivas de 3 a 4 vezes ao dia, nega dor abdominal ou presença de produtos patológicos nas fezes. Antecedentes patológicos: lesões eritomatovesiculares em ambos os cotovelos, osteopenia diagnosticada há 4 anos e tratada, hipotireoidismo em tratamento, ciclo menstrual regular e habitual; antecedentes pessoais: anemia ferropriva há mais de 1 ano, tratada, história de atopia na infância; antecedentes familiares: mãe com câncer de mama. Exame físico: BEG, descorada +/4+ pele, presença de lesões populares em ambos cotovelos e demais exames sem particularidades; exames laboratoriais: Hb-10,7 leucócitos-7350 PCR- 2,3, teste de tolerância da glicose 86/94/87/84 lgA 4 AST e ALt normal, antiendomísio negativo colonoscopia normal, EDA- edema difuso das pregas duodenais com presença de pregas serrilhas. Qual a melhor conduta para o diagnóstico do caso?

A
Repetir o antendomísio em outro laboratório.
B
EDA com biópsia da 2°porção do duodeno.
C
Enteroscopia com biópsia de jejuno.
D
Dieta restrita de glúten, avaliar a resposta clínica.
E
Reposição de ferro e tratamento assintomático.
André, 35 anos de idade, queixa-se de dor em região lombar direita há 2 semanas, com irradiação para membro inferior direito, sem alívio com paracetamol 500 mg. Ao exame, sente dor à palpação da musculatura paravertebral e da região lombar direita. Não apresenta alterações no exame neurológico. A conduta mais adequada é:
Homem, 50 anos, comparece à UBS por desnutrição, confusão mental, marcha atáxica e paralisia oculomotora. Familiar relata que o paciente ingere diariamente cerca de ½ litro de aguardente há mais de cinco anos. Qual é a hipótese mais provável?
O Agente Comunitário de Saúde lhe solicita explicações sobre um recém-nascido que apresenta coloração amarelada da pele. Você colhe, junto ao Agente Comunitário de Saúde, informações sobre a duração da gestação, as condições do parto e da criança ao nascer, o tempo de aparecimento do sintoma específico e verifica também resultados de exames do recém-nascido , realizados na maternidade: hemograma, dosagem de bilirrubinas e teste de Coombs. Diante dos dados clínicos e do resultado de exames, você conclui que trata-se de Icterícia Fisiológica do Recém-Nascido. O que seria correto você informar ao Agente Comunitário de Saúde sobre a Icterícia Fisiológica do Recém-Nascido?
Em um paciente com forte dor ocular, visão muito borrada, fotofobia, lacrimejamento intenso e globo ocular difusamente vermelho, a principal hipótese diagnóstica é:
Compartilhar