Questões na prática

Clínica Médica

Cardiologia

Paciente de 60 anos HAS há 10 anos, em tratamento regular com Propranolol 80mg/dia e Hidroclorotiazida 25mg/dia. Não é diabética e os outros fatores de risco para doença cardiovascular estão controlados. Seu exame físico é normal, sua FC é de 96 bat/min e vem consistentemente apresentando medidas de PA em torno de 160/100 mmHg, a melhor conduta em relação aos seus medicamentos é:

A
Associar um terceiro fármaco.
B
Aumentar a dose do tiazídico.
C
Trocar o beta bloqueador por outra classe de antihipertensivo.
D
Insistir com dieta sem sal e perda de peso.
E
Aumentar a dose do propranolol.
Lactente de oito meses de idade é atendido na UBS da sua comunidade com quadro de resfriado comum há três dias. Exame objetivo: bom estado geral, temp. axilar = 36,7º C. No Cartão da Criança, verifica-se a seguinte cobertura vacinal: BCG na alta neonatal (sem cicatriz); vacina contra hepatite B (HB): duas doses no 1º e 30º dias de nascimento; 1ªs doses das DPT+Hib, VOP (vacina oral contra poliomielite) e antirrotavírus monovalente humana (VORH) aos dois meses de idade. De acordo com o PNI/MS do Brasil, nesse lactente, na oportunidade, devem-se aplicar as seguintes vacinas:
Paciente internado em caráter de urgência com diagnóstico de aneurisma de aorta abdominal rota, apresenta hipertensão arterial grave (Pressão Arterial = 220 x 140) e taquicardia (Frequência Cardíaca = 136 batimentos por minuto). Faz-se necessário controle clínico mínimo pré-operatório que inclui medidas para controle de pressão arterial e frequência cardíaca, respectivamente:
Mulher de 57 anos, tabagista e hipertensa, com história de infarto do miocárdio há 2 anos, está em avaliação pré-operatória para realização de gastrectomia. Questionada sobre suas atividades diárias, a paciente relatou que executa trabalhos domésticos corriqueiros: varre a casa, lava a louça; porém relata dispneia ao subir um lance de escada. Levando em conta equivalentes metabólicos (METs), qual a sua capacidade funcional esperada?
Uma criança comparece ao ambulatório para uma consulta de puericultura. Durante o exame, ela senta sem apoio, fica na posição de engatinhar, não fica em pé sozinha, transfere objetos de uma mão para outra, consegue segurar objetos pequenos entre as pontas dos dedos indicador e polegar, balbucia, esboça estranhamento quando examinada. Qual a idade estimada para a criança?
Compartilhar