Questões na prática

Clínica Médica

Cardiologia

Paciente de 65 anos com início há duas horas de dor retrosternal tipo opressiva com irradiação para mandíbula e dorso, chega ao hospital ainda com dor. Você monitora, instala oxigênio, providencia um acesso venoso e verifica dados vitais. Para continuar o atendimento do paciente acima, qual a conduta que deverá ser tomada a seguir?

A
Iniciar estatina.
B
Iniciar inibidor da enzima de conversão de angiotensina.
C
Iniciar bloqueador dos canais de cálcio.
D
Providenciar eletrocardiograma, marcadores de necrose miocárdica e no máximo em 10 minutos raio X de tórax.
E
Fazer história e exame físico detalhados para a seguir iniciar terapia medicamentosa.
Homem, com 45 anos de idade, hipertenso em uso de hidroclorotiazida 50 mg/dia, dá entrada em Pronto-Socorro com epistaxe grave à esquerda. Ao exame: pressão arterial de 16X11 mmHg, com sangramento ativo posterior de fossa nasal esquerda. Realizado tamponamento Antero-posterior (TAP) com sonda Foley à esquerda com sucesso. Controle da pressão foi obitido com captopril sublingual. Qual a MELHOR conduta?
Paciente do sexo feminino, com 65 anos de idade, com queixa de lesão na fronte há vários anos, que lentamente vem aumentando de tamanho e ulcerou. Ao exame dermatológico, apresenta nódulo de aproximadamente 1,5 cm de diâmetro, com ulceração central recoberta por crosta que, ao ser retirada, ocasiona sangramento. As bordas da lesão são translúcidas, com formações perláceas e finas telangiectasias. O diagnóstico provável é:
Homem, com 60 anos de idade, apresenta-se ao serviço de emergência com infarto agudo no miocárdio com 4 horas de duração, sem supradesnivelamento de ST. Agora está assintomático, sem dor torácica. Não possui fatores de risco clássicos para doença coronária e nega tabagismo, dislipidemia, hipertensão ou diabetes. Exame físico revela PA 160 X 90 mmHg e FC de 70 bpm, regular, ritmo sinusal. Qual a melhor terapêutica para este paciente?
Paciente está internada na unidade de terapia intensiva por choque séptico de foco pulmonar. Apresenta-se hipotensa, apesar da hidratação vigorosa e do uso da droga vasoativa, está intubada e em ventilação mecânica. Os parâmetros ventilatórios são: volume-corrente de 600mL, frequência respiratória 24, pressão de suporte de 10, PEEP 10, FiO2 50%. A gasometria arterial evidenciou pH 7,30, pCO2 15, pO2 90, bicarbonato 10, satO2 90%. Quais são os distúrbios do equilíbrio ácido-básico que esta paciente apresenta?
Compartilhar