Questões na prática

Clínica Médica

Hematologia

Paciente de 67 anos foi operado de urgência para tratamento de uma diverticulite perfurada com 4 dias de evolução, o paciente se encontrava séptico e com repercussão hemodinâmica. No momento, ele se encontra no 2º dia de pós-operatório e os exames de rotina evidenciaram transaminases elevadas, uma contagem total de plaquetas de 29.000/mm³, e uma contagem total de leucócitos de 23.000/mm³. Dentre as condutas abaixo relacionadas, qual a mais indicada no momento?

A
Realizar transfusão de plaquetas com HLA semelhante.
B
Realizar transfusão de plaquetas de um único doador.
C
Só realizar transfusão de plaquetas se houver repercussão clínica.
D
Realizar transfusão de crioprecipitado.
Paciente do sexo masculino, 18 anos, previamente hígido, observou há alguns dias o aparecimento de pequena área avermelhada e endurada em torno de um folículo piloso na região cervical anterior. Relata que com o passar do tempo, a lesão evoluiu para nódulo inflamatório saliente, duro, doloroso e de maior tamanho. Ao exame, observa-se área de celulite adjacente ao nódulo e no seu ápice nota-se a presença de área de necrose de pele, por onde se observa eliminação espontânea de secreção purulenta. Relata hiporexia e febre nos últimos 2 dias. Em relação a essa infecção bacteriana, é CORRETO afirmar:
A comunicação interventricular é a cardiopatia congênita mais comum. A doença pode evoluir com fechamento espontâneo, hipertensão pulmonar ou estenose pulmonar. No fechamento espontâneo e na hipertensão pulmonar há o desaparecimento do sopro. Qual o sinal clínico que melhor diferencia estas duas evoluções?
A mastocitose é doença caracterizada pela proliferação e subsequente acúmulo de mastocitos na pele e/ou em outros órgãos e tecidos. Sobre essa doença, assinale a alternativa CORRETA:
Paciente com artrite reumatoide juvenil faz uso de prednisolona oral, na dose de 20 mg/dia, há 4 anos. Qual a alteração clínica ou laboratorial não esperada na retirada súbita da medicação?
Compartilhar