Questões na prática

Clínica Médica

Gastroenterologia

Paciente de 68 anos apresenta tumoração no reto ao toque de 4cm da borda anal. Realizada biópsia da lesão durante a primeira consulta, revelou tratar-se de adenocarcinoma de reto pouco diferenciado. Assinale a alternativa incorreta.

A
O paciente deve ser submetido à neoadjuvância e após 8 semanas à retossigmoidectomia, pois este tratamento oferece maiores índices de cura.
B
A colonoscopía deve ser realizada mesmo que o diagnóstico tenha sido feito pelo exame físico e anátomo patológico, pois há uma possibilidade de tumor sincrônico de até 10%.
C
O órgão com maior chance de receber metástase por via hamatogênica deste tumor é o fígado.
D
Se houver indícios de invasão da parede vaginal, deve-se restringir o tratamento á colostomia proximal associada á quimio e radioterapia.
E
A excisão total do mesorreto e neoadjvância aumenta a chance de cura e são princípios fundamentais no resultado do tratamento de câncer de reto baixo.
A hiperplasia prostática benigna (HPB) representa uma das doenças mais frequentes do homem. Nessa patologia:
A queda representa um grande problema para as pessoas idosas dadas as suas consequências (injúria, incapacidade, institucionalização e morte) que são resultado da combinação de alta incidência com alta suscetibilidade às lesões. Marque a alternativa INCORRETA:
Puérpera submetida a cesariana há 7 dias vem apresentando picos febris diários. No 2° dia pós-operatório, iniciou tratamento para endometrite com gentamicina e clindamicina. No 4° dia, foi adicionada ampicilina. Há 48 horas, o esquema antibiótico foi substituído por cefoxitina associada a metronidazol. O estado geral é bom e os lóquios não estão mais fétidos desde o segundo dia do primeiro esquema antibiótico. A paciente vem amamentando sem dor. A ferida operatória não está alterada, e a ultrassonografia abdominal é normal. Qual a próxima conduta?
Paciente masculino, 78 anos, branco, institucionalizado, comparece ao P.S com quadro de confusão mental, agitação psicomotora e recusa alimentar. Qual melhor diagnóstico a considerar?
Compartilhar