Questões na prática

Clínica Médica

Gastroenterologia

Paciente de 68 anos de idade, sexo feminino, procura pronto-socorro com relato de dor em fossa ilíaca esquerda com irradiação para as costas. Ao exame apresenta PA de 140X90mmHg, FC 120, temperatura axilar 38,2°C e abdome com dolorimento e defesa muscular voluntária no quadrante inferior esquerdo com plastrão palpável. Qual a melhor abordagem diagnóstica?

A
Enema opaco baritado.
B
Colonoscopia.
C
Radiografia simples de abdome em 2 incidências.
D
Tomografia de abdome.
Mãe percebe massa abdominal ao dar banho em sua filha de 3 anos. A criança está em bom estado geral e assintomática. A ultrassonografia revela um tumor de topografia intrarrenal. Diante desse quadro, qual o diagnóstico mais provável?
Criança de 10 anos, previamente hígida, há 6 meses vem apresentando episódios recorrentes de fezes diarreicas sanguinolentas, dor abdominal difusa, inapetência e emagrecimento. Ao exame físico, nota-se que não cresceu e que perdeu 15% do peso em?relação à última consulta, realizada há 8 meses. O abdome está distendido, doloroso, principalmente em fossa ilíaca à direita, com descompressão brusca negativa. O hemograma revelou anemia hipocrômica e microcítica, o protoparasitológico e a coprocultura resultaram negativos, e a colonoscopia revelou alterações inflamatórias segmentares de mucosa, com presença de úlceras profundas, acometendo principalmente o cólon proximal e a região ileocecal, intercaladas com áreas de mucosa normal, incluindo o reto. A principal hipótese diagnóstica é:
Um paciente masculino de 61 anos foi submetido à colonoscopia por história familiar de câncer de cólon. O exame evidenciou diverticulose. Preocupado com sua saúde, o paciente quer saber sobre complicações futuras desse achado. Qual a probabilidade desse paciente assintomático desenvolver diverticulite?
Criança de 6 meses deu entrada no pronto-socorro com história de 3 dias de diarreia, que se intensificou nas últimas 12 horas. Examinada, mostrava-se desidratada, prostrada, reagindo pouco aos estímulos, com choro débil. Foi iniciada a reidratação, porém a criança faleceu 45 minutos após a internação. O exame físico revelou, além dos sinais de intensa desidratação, evidências de desnutrição. Na Declaração de Óbito deve-se colocar como causa básica a:
Compartilhar