Questões na prática

Clínica Médica

Cardiologia

Pneumologia

Nefrologia

Paciente de 75 anos, tabagista, com doença pulmonar obstrutiva crônica, otite média crônica em tratamento com amoxacilina, hipertenso há 12 anos e diabético há 8 anos, em uso de glimeperida 4 mg/dia, metformina 850 mg/dia, amilorida 10 mg/dia, captropil 75 mg/dia, cavedilol 25 mg/dia e sinvastatina 40 mg/dia, sequelado de AVC (hemiparético à E), chega ao pronto-socorro do SUS com história de cefaleia holocraniana e constante há 9 dias; disfasia há 4 dias; náuseas, vômitos e confusão mental há 2 dias. Há 3h, apresentou crise convulsiva tonicoclônica generalizada. Apresenta ainda dispneia de repouso e ortopneia, astenia e anorexia. Nega febre. Ao exame, PA de 150/90 mmHg, FC de 68 bpm, FR de 27 ir/min, afebril, hipocorado (++/4), edema de MMII, ++/4; AR: murmúrio vesicular universalmente diminuído com estertores difusos; ACV; RCR, 3T, bulhas normofonéticas, sopro sistólico em foco aórtico de +/4; ABD; hepatomegalia a 2 cm do RCD, dolorosa e macicez móvel à percussão; Sistema nervoso: força grau III à E, desorientado, disfásico, sem sinais meníngeos. Exames complementares: leucócitos de 3.100 cél/mm3, plaquetas de 746.000, proteína c reativa de 32 mg/dl, creatinina de 1 mg/dl, sódio de 130 meq/l, potássio de 6,1 meq/l. Radiografia de tórax: presença das linhas B de Kerley e infiltrado Peri-hilar bilateral. Em relação ao caso clínico, responda: Qual a resposta correta?

A
Em relação à causa provável da hiponatremia, o uso da furosemida EV faz parte do tratamento e a reposição de salina hipertônica deve começar de imediato.
B
O carvedilol não é cardioseletivo, podendo promover crise de broncoespasmo em pacientes com DPOC.
C
A hiperpotassemia deve ser consequência da associação do captopril com a glimeperida.
D
O paciente apresenta 1 critério maior de Framimgham para insuficiência cardíaca congestiva e a classe funcional da insuficiência cardíaca segundo a New York Heart Association é IV.
E
A amilorida é um diurético tiazídico e pode estar contribuindo para hiponatremia.
Com relação à esclerose lateral amiotrófica, é correto afirmar:
Lactente, dois meses, chega ao Serviço de Emergência por apresentar tosse há duas semanas. A mãe nega febre. Pré-natal regular, sem intercorrências. Parto normal, alta em 48 horas, PN = 3.200 g. Aleitamento materno exclusivo. Ela relata que o RN aos 15 dias apresentou conjuntivite, com secreção purulenta. O exame físico revela criança em bom estado geral, afebril, taquipneico (FR = 60), acianótico. Estertores e sibilos à ausculta pulmonar. Radiografia de tórax evidencia hiperinsuflação e infiltrados intersticiais difusos. O agente etiológico mais provável é:
Mulher de 42 anos é submetida a uma esofagogastroduodenoscopia que identifica uma lesão ulcerovegetante no antro, adjacente ao piloro, medindo 15 mm no seu maior eixo. O estudo histopatológico das biópsias endoscópicas revelou adenocarcinoma do tipo difuso de Lauren. O estadiamento pré-operatório não revelou linfadenomegalias e nem metástases a distância. A conduta CORRETA é:
Ainda sobre enxertos, qual das afirmações abaixo é correta?
Compartilhar