Questões na prática

Pediatria

Pediatria Geral

Paciente de dois anos e sete meses vem ao atendimento de emergência com quadro de tosse e febre (até 39, 7 °C) há seis dias. A cobertura vacinal prevista pelo Programa Nacional de Imunizações está completa. O RX de tórax evidenciou condensação homogênea em base de pulmão D, sem sinais de derrame pleural. Nesse caso:

A
o Haemophytus influenzae não deve ser considerado como agente etiológico, pois a vacina anti-hemófilos foi administrada adequadamente.
B
a ausência de pneumatocele afasta a etiologia estafilocócica.
C
o pneumococo é o patógeno que deverá ser coberto inicialmente pela terapêutica com penicilina.
D
a febre alta e a faixa etária obrigam a cobertura de staphylococcus aureus, inicialmente com oxacilina, mesmo associada à penicilina.
Quais são as hipóteses diagnósticas de um Recém-nascido com incapacidade de eliminar mecônio nas primeiras 24 horas de vida?
Na síndrome da revascularização, após desobstrução arterial aguda no membro inferior, o paciente
Criança de 9 anos com proptose unilateral de rápida evolução. O diagnóstico inicial mais provável é
Usuário, 52 anos, previamente hígido, deseja pedido do PSA. Ele está assintomático e nega antecedentes de neoplasia na família. Refere que fazia acompanhamento médico anterior e que, em fevereiro deste ano, faz exames de sangue e ECG e que todos estavam normais. Qual a melhor orientação segundo a literatura baseada em evidências?
Compartilhar