Questões na prática

Cirurgia

Cirurgia do Trauma

Cirurgia do Aparelho Digestivo

Paciente deu entrada no pronto-socorro vítima de colisão, apresentando choque hipovolêmico, pH 7,19, trauma abdominal fechado, durante ato cirúrgico evidenciou-se lesão estrelada extensa em lobo hepático direito, lesão esplênica grau III / IV e lesão duodenal em segunda e terceira porção de 4 cm, sangramento difuso. Qual a melhor tática cirúrgica a ser empregada?

A
Hepatectomia direita, esplenorrafia, diverticulização duodenal.
B
Hepatorrafia, tamponamento com compressas, esplenectomia, duodenorrafia.
C
Ligadura artéria hepática, auto implante esplênico, exclusão pilórica.
D
Exclusão vascular hepática, esplenectomia parcial, gastrectomia subtotal.
E
Drenagem hepática, esplenorrafia, duodenopancreatectomia.
Senhora de 65 anos com diagnóstico de depressão em tratamento com medicação do grupo dos inibidores seletivos da recaptação da serotonina (ISRS), sem efeitos adversos no sistema cardiovascular, sem sedação e sem ganho de peso. Provavelmente está usando a seguinte medicação:
Na maioria dos serviços de cirurgia, a partir da década de noventa, incrementou-se o uso de telas de polipropileno no reparo de hérnias inguinais. O fator principal foi:
Em relação às infecções do trato superior NÂO se pode afirmar:
Ao receber laudo sugerindo presença de HPV em lâmina de citopatológico de colo uterino, acredita-se que foi encontrado o seguinte achado citológico para tal diagnóstico:
Compartilhar