Questões na prática

Cirurgia

Cirurgia do Trauma

Cirurgia do Aparelho Digestivo

Paciente deu entrada no pronto-socorro vítima de colisão, apresentando choque hipovolêmico, pH 7,19, trauma abdominal fechado, durante ato cirúrgico evidenciou-se lesão estrelada extensa em lobo hepático direito, lesão esplênica grau III / IV e lesão duodenal em segunda e terceira porção de 4 cm, sangramento difuso. Qual a melhor tática cirúrgica a ser empregada?

A
Hepatectomia direita, esplenorrafia, diverticulização duodenal.
B
Hepatorrafia, tamponamento com compressas, esplenectomia, duodenorrafia.
C
Ligadura artéria hepática, auto implante esplênico, exclusão pilórica.
D
Exclusão vascular hepática, esplenectomia parcial, gastrectomia subtotal.
E
Drenagem hepática, esplenorrafia, duodenopancreatectomia.
Assistência ao parto transpélvico deve seguir uma rotina adequada nas diversas fases do trabalho de parto. É dever do obstetra acompanhar continuamente o trabalho de parto interferindo quando necessário no bem estar materno e fetal. Teste seus conhecimentos assinalando a afirmativa correta.
A infecção de parede abdominal na operação cesariana tem incidência em torno de 7% e representa a principal causa de infecção puerperal. Assinale dentro das afirmativas abaixo relacionadas, aquela que é falsa.
Frente a um recém nascido pré-termo tardio (idade gestacional de 361/7 semanas), com peso ao nascer de 2.700 gramas, de parto cesárea, sem sofrimento antenatal, sem trabalho de parto prévio e que desenvolve desconforto respiratório logo após o nascimento, caracterizado por taquipneia, tiragem intercostal e diafragmática, qual é o diagnóstico mais provável?
Na mola completa encontramos:
Compartilhar