Questões na prática

Cirurgia

Cirurgia do Trauma

Cirurgia do Aparelho Digestivo

Paciente do sexo feminino, 32 anos, vítima de capotamento de automóvel, trazida ao PS pelos bombeiros que referiram dificuldade para retirá-la dos destroços. Os bombeiros referiram que a paciente tinha o nível de consciência rebaixado, não abria os olhos, nem após estímulo doloroso, emitia sons ininteligíveis e só movia os membros sob estímulo doloroso. Foi admitida entubada e sob ventilação com ambu e oferta de O2 e infundido 21 de Ringer Lactato no local do acidente. Ao exame físico o tórax apresentava escoriação em hemitórax esquerdo, com discreta crepitação palpável. O murmúrio vesicular era moderadamente diminuído à esquerda. O pulso é filiforme , 120 bpm e a PA 50x50 mm/Hg. Foi observada à esquerda e a pupila esquerda se encontrava dilatada. A bacia era estável, porém havia deformidade e aumento do volume da coxa esquerda. Assinale a alternativa correta:

A
A paciente acima não tinha indicação de entubação traqueal porque não há história de obstrução de vias aéreas secundárias ao trauma.
B
A paciente apresenta provável pneumotórax hipertensivo à esquerda, secundário à fratura de costelas estando indicada a drenagem de tórax imediata
C
A paciente apresenta trauma craniano e tem como prioridade imediata a realização de TC de crânio e provável craniotomia D é um elemento radiativo
D
O paciente apresenta choque hipovolêmico grau III, parcialmente justificado pela fratura de fêmur, porém não há como excluir hemorragia intra-abdominal com os dados fornecidos
E
O paciente deve ser monitorizado com oximetria de pulso para verificar a saturação de O2, sondagem nasogástrica para evitar aspiração de conteúdo gástrico e sondagem vesical para avaliar a perfusão tecidual e a hidratação administrada
Paciente, sexo masculino, 76 anos de idade, com relato de dor abdominal difusa, tipo cólica e de forte intensidade, há três dias, associada à parda da eliminação de fezes e flatos, no mesmo período. Não apresentou vômitos e nega cirurgias prévias sobre o abdome. Ao exame físico, mostrava-se diaforético, com pulso de 116 bpm, fino, frequência respiratória de 26 ipm e tensão arterial: 76 x 37 mmHg. Abdome muito distendido, com RHA deprimidos e dor à palpação difusamente. Radiografia de abdome em ortostase mostra interrupção do trânsito intestinal em dois pontos distintos. Se optado por monitorização hemodinâmica invasiva com cateter de Swan-Ganz, os achados que mais provavelmente se evidenciariam no caso em questão, são índice cardíaco:
São considerados critérios para TRALI (“Transfusion-Related Acute Lung Injury”):
Um homem branco de 64 anos com historia de hipertensão, dislipidemia e nefrolitíase apresenta-se com queixa de urina escura. Ele estava bem até 2 dias atrás, quando passou a notar fadiga crescente e fraqueza muscular. A analise de sua urina por fita (Dipstick) mostrou densidade de 1020, sem proteína e hemoglobina +++, não foram identificados leucócitos nem nitritos. A análise do sedimento urinário não revelou eritrócitos ou leucócitos. Qual dos seguintes procedimentos diagnósticos é apropriado neste momento?
Dentre as vasculites pulmonares a seguir, qual tem importante relação com a asma?
Compartilhar