Questões na prática

Clínica Médica

Gastroenterologia

Hepatologia

Paciente do sexo feminino, 46 anos, deu entrada no PS com história de fadiga e aumento de volume abdominal há 3 meses, evoluindo há 1 dia com desconforto respiratório. Ao exame físico, apresentava-se com PA 90 x 60 mmHg, FC: 88 bpm. Descorada +/4+ e ictérica ++/4+. Lúcida, orientada e contactuante. Flapping ausente. Apresentava eritema nas palmas das mãos e aranhas vasculares em tórax. Ausculta pulmonar demonstrava MV+ bilateral sem ruídos adventícios, e a ausculta cardíaca não apresentava alterações significativas. Abdome com ascite tensa, espaço de Traube ocupado. Edema em MMII ++/4+. Exames laboratoriais de entrada mostravam: Hb: 10,0 g/dl; Ht: 30%; VCM 92; CHCM: 32; Leucócitos: 3200 (diferencial normal); plaquetas: 45000/ml; U: 25 mg/dl; Cr: 0,7 mg/dl; Glicemia: 92 mg/dl; AST: 62 UI/l; ALT 73 UI/l; Amilase: 32 UI/l, Gama-GT: 32 UI/l, Fosfatase alcalina: 120 UI/l, Bilirrubinas totais: 4,8 mg/dl; Bilirrubina direta: 3,5 mg/dl; Bilirrubina indireta: 1,3 mg/dl; TAP: 58%; Albumina: 2,9 g/dl. Raio-x de tórax é normal. Qual a melhor conduta inicial para esta paciente?

A
Paracentese de alívio, espironolactona e furosemida.
B
Paracentese diagnóstica, sódio (Na) urinário de 24 horas.
C
Paracentese diagnóstica e de alívio, albumina EV e Na urinário de 24 horas.
D
Transfusão de plaquetas, furosemida EV, albumina EV.
E
Endoscopia digestiva alta, paracentese de alívio, espironolactona.
Rafael, 21 anos, há cerca de 2 anos apresenta história de desânimo, tristeza, irritabilidade e se interessa pouco em estudar. Dorme demais e se alimenta de maneira irregular. Eventualmente, tem episódios de raiva. Seus relacionamentos afetivos são irregulares. No último ano, envolveu-se em 3 acidentes de automóvel. Já explicitou desejo de morrer. Aos 5 anos de idade, o pai morreu em acidente, não foi excluída a hipótese de suicídio. Qual, dentre as opções abaixo, apresenta o diagnóstico mais provável?
Numa paciente de 53 anos que apresentava dor abdominal eventual, anemia, episódios de melena e mudança do hábito intestinal, os exames, incluindo ultrassonografia, colonoscopia e tomografia computadorizada, levaram a suspeita diagnóstica de uma mucocele do apêndice. No ato cirúrgico, o diagnóstico de mucocele do tipo III foi confirmado. Qual a conduta terapêutica a ser adotada?
Em relação ao teste de oximetria, conhecido como o teste do coraçãozinho, marque a alternativa que MENOS corresponde ao objetivo da implantação deste teste de triagem, cuja recomendação é que seja realizado em todos os recém-nascidos antes da alta hospitalar.
A etiologia da hérnia inguinal na infância está relacionada à:
Compartilhar