Questões na prática

Clínica Médica

Hepatologia

Paciente do sexo feminino, 68 anos, obesa, hipertensa em tratamento apresenta há 3 meses história de dor em hipocôndrio direito, icterícia, perda ponderal e massa palpável em hipocôndrio direito (descrição do exame físico - massa palpável dolorosa em hipocôndrio - vesícula biliar? plastrão? tumor?). Assinale a alternativa correta.

A
A hipótese de tumor de vesícula deve ser considerada, mas não como primeira hipótese, já que este tipo de tumor é mais comum no fundo da vesícula e, portanto sem icterícia na maioria das vezes.
B
Coledocolitíase é uma forte possibilidade, considerando-se o tipo de dor e a icterícia. Ultrassonografia demonstrando colelitíase e dilatação do colédoco, bem como elevação da gama-glutamiltransferase e da bilirrubina indireta favoreceriam esta hipótese.
C
Quanto à hipótese de colecistite - um plastrão pode estar presente, a dor pode levar a uma menor ingesta alimentar (perda ponderal) e há o fato da paciente ser obesa. Contra, existe a presença de icterícia que não é encontrada na colecistite, já que esta é causada por obstrução do cístico, o que não causa icterícia, e, portanto exclui esta hipótese.
D
Tumor de cabeça de pâncreas é uma hipótese a ser considerada. Paciente idosa com icterícia e perda ponderal falam a favor. Este tipo de tumor é palpável na maioria das vezes, como no presente caso.
E
Medicamentos anti-hipertensivos podem levar a quadros de hepatite medicamentosa. A suspensão da medicação com melhora do quadro pode ser feita como prova terapêutica, devendo-se aguardar pelo menos 30 dias para se avaliar o resultado.
Menino, 5 anos de idade, com constipação intestinal há 2 anos. HMA: antes do início do quadro, evacuava diariamente. Começou a apresentar fezes endurecidas, com piora progressiva da constipação. Agora, fica até 20 dias sem evacuar e necessita de lavagens intestinais. A criança não tem vontade de evacuar e quando tem vontade não consegue eliminar as fezes, mas elimina flatos ocasionais. EF: apresenta-se corado, bem nutrido e hidratado. Abdome globoso, onde palpa-se um grande fecaloma tomando todo o hemiabdome esquerdo, avançando a linha média para a direita. Ao toque: presença de fezes muito endurecidas, sem outras alterações. A conduta é:
Homem, 30 anos, hipertenso controlado, com antecedente de litíase urinária e assintomático. Realizou tomografia em outro serviço, que evidenciou litíase renal esquerda com 1,4 cm, sem hidronefrose, densidade de 650UH e distância cálculo-pele de 14 cm. Exame de urina com hematúria discreta (11000 He), sem leucocitúria e urocultura negativa. Qual a melhor conduta?
São fatores anatômicos que predispõem à apneia obstrutiva do sono e hipoventilação todas as possibilidades citadas abaixo, EXCETO:
Sobre Convulsão Febril (CF) são Verdadeiras (V) ou Falsas (F) as afirmativas abaixo: ( ) A história familiar constitui fator de risco tanto para as recorrências das CFs quanto para o desenvolvimento de epilepsia; ( ) Para a maioria dos pacientes o tratamento profilático é dispensável; ( ) Não há consenso sobre a associação entre alterações eletroencefalográficas e risco de epilepsia; ( ) As CFs podem preceder síndromes epilépticas; ( ) A idade da 1ª crise se relaciona a risco de epilepsia. Assinale a alternativa CORRETA:
Compartilhar