Questões na prática

Clínica Médica

Nefrologia

Reumatologia

Paciente do sexo feminino, de 33 anos, há um mês apresenta edema progressivo de membros inferiores e face. Na avaliação feita no CAIS, foram observadas, no exame de urina, hematúria ++/4, leucocitúria +/4 e proteinúria +++/4. A investigação laboratorial de causa secundária mais importante para o caso é:

A
urocultura
B
antiestreptolisina
C
glicemia de jejum
D
fator antinúcleo
A fase inicial do coma de um paciente caracterizou-se por abalos musculares, mordedura da língua, incontinência urinária e respiração laboriosa. Com base nestes achados, qual a hipótese diagnóstica mais provável?
Escolha a MELHOR alternativa para o tratamento da fibrilação ventricular conforme as recomendações atuais:
Um paciente de 44 anos, com antecedentes de arritmia cardíaca, foi submetido a uma troca de válvula mitral durante a manhã e, na madrugada, apresenta intensa dor e incapacidade para realizar a dorsoflexão dos dedos do pé direito, além de cianose. O tratamento com analgésico e aquecimento do membro inferior foi ineficaz. O diagnóstico mais provável é:
De acordo com o Manual de Normas para Controle e Assistência das Infecções Respiratórias Agudas do Ministério da Saúde, qual o provável diagnóstico e conduta diante de pré-escolar, 03 anos de idade, com febre e tosse há 48 horas, sem tiragem intercostal ou subdiafragmática, com frequência respiratória de 50ipm?
Compartilhar