Questões na prática

Clínica Médica

Infectologia

Nefrologia

Paciente do sexo masculino, 27 anos, branco, com história de edema progressivo há 2 meses. Ao exame clínico, normotenso em anasarca, sem outras alterações. Exames laboratoriais: Creatinina normal Urina I - proteinúria 4,6 g/l Hemácia > 100 p/campo com dismorfismo eritrocitário presente Leucócitos 8 p/campo Proteinúria de 24 horas = 7g/24 horas Albumina sérica = 1,9 g/l Sorologia: hepatite B, HIV, LED (-) Hipótese diagnóstica:

A
GNDA
B
lesões mínimas glomerulares
C
síndrome nefrótica idiopática provável membrana proliferativa
D
glomerulopatia membranosa
E
síndrome nefrítica aguda
A hérnia de Spiegel:
Paciente de 44 anos, com antecedente de trauma craniano há três semanas, evoluindo em coma, apresenta tosse irritativa frequente. Foi submetido à traqueostomia há 18 dias. Na necessidade de trocar a cânula da traqueostomia, no momento em que o balonete da cânula foi desinflado, ocorreu importante sangramento pelo traqueostoma. A conduta terapêutica adequada à situação é:
A endocardite infecciosa é uma afecção predominantemente da terapêutica clínica. Em situações especiais, a cirurgia é realizada mesmo na vigência da infecção. Na fase aguda, o tratamento cirúrgico é indicado quando ocorre a presença de:
Na síndrome urêmica, por aumento da produção de citocinas (TFN-a, interleucina-6) e diminuição de interleucina-10, ocorre:
Compartilhar