Questões na prática

Cirurgia

Cirurgia do Aparelho Digestivo

Paciente do sexo masculino, 45 anos, vítima de acidente automobilístico, por apresentar hematoma intra-hepático, sem hemoperitônio ou necessidade de procedimento operatório, é acompanhado com tomografia computadorizada. Oito dias após, evolui com icterícia, dor no quadrante superior direito, mal estar e melena. O exame a ser realizado e o provável diagnóstico são, respectivamente:

A
hemogramas seriados / colangite.
B
ultrassonografia abdominal / colecistite aguda.
C
tomografia computadorizada do abdome / abscesso hepático.
D
angiografia de artéria hepática / fístula arteriovenosa.
E
endoscopia digestiva alta / hemobilia.
Uma primigesta de 23 anos em trabalho de parto no pré-parto de uma maternidade apresenta, ao exame de toque vaginal, colo uterino 100% apagado, dilatado de 6 cm, feto em apresentação cefálica e membranas amnióticas íntegras. No exame de cardiotocografia intra-parto o padrão é reativo e os batimentos cardiofetais estão a uma frequência de 144 batimentos por minuto. A atividade uterina em 10 minutos é de 6 contrações, com intensidade de 50 mmHg, duração de 60 segundos e com tônus uterino normal. Dentre as medidas maternas iniciais, a mais indicada a ser adotada pelo obstetra é:
Uma mulher de 20 anos, com vida sexual ativa desde os 14 anos, com o desejo de gestar e atraso menstrual de 50 dias, iniciou um quadro clínico de dor pélvica e discreto sangramento via vaginal de coloração escura há 03 dias. Apresenta como antecedentes gineco-obstétricos um relato de abortamento espontâneo aos 15 anos de idade e um período de internação de 5 dias por “inflamação na barriga”, há 3 anos. Ao exame clínico há palidez cutaneomucosa de +3/4+, pressão arterial de 90x45mmHg, frequência cardíaca de 100bpm. Os exames complementares mostram teste sanguíneo de B HCG positivo para gravidez e dosagem de hemoglobina de 6,9g/dl. Diante desse quadro clínico, a prenhez ectópica é um dos diagnósticos prováveis e afirma-se que:
Uma mulher de 50 anos que apresenta sintomatologia clínica de irregularidade menstrual, labilidade emocional, insônia, queda da libido e episódios de “fogacho” provavelmente encontra-se no climatério. Em relação a esta fase da evolução biológica da mulher, afirma-se que:
Criança com 9 anos de idade apresenta febre irregular, associada a emagrecimento progressivo, palidez cutâneo-mucosa e hepatoesplenomegalia. Possui quadro clínico arrastado, com mais de dois meses de evolução associado ao comprometimento do estado geral. Os exames complementares estão alterados e, no exame sorológico, os títulos de anticorpos específicos são elevados. O diagnóstico inicial de suspeição seria:
Compartilhar