Questões na prática

Cirurgia

Cirurgia do Aparelho Digestivo

Paciente do sexo masculino, 45 anos, vítima de acidente automobilístico, por apresentar hematoma intra-hepático, sem hemoperitônio ou necessidade de procedimento operatório, é acompanhado com tomografia computadorizada. Oito dias após, evolui com icterícia, dor no quadrante superior direito, mal estar e melena. O exame a ser realizado e o provável diagnóstico são, respectivamente:

A
hemogramas seriados / colangite.
B
ultrassonografia abdominal / colecistite aguda.
C
tomografia computadorizada do abdome / abscesso hepático.
D
angiografia de artéria hepática / fístula arteriovenosa.
E
endoscopia digestiva alta / hemobilia.
Primigesta de 41 anos, sem pré-natal realiza exame sonográfico apresentando o seguinte laudo: Gestação tópica, única com biometria de cerca de 22 semanas; Placenta de inserção fúndica de espessura aumentada. Polidramnia moderada (ILA=24cm). Presença de ascite fetal. Ausência de alterações morfológicas detectáveis a essa idade gestacional. Exames laboratoriais realizados à emergência apresentarem o seguinte resultado: Tipo sanguíneo: A negativo; coombs indireto negativo; VDRL negativo. IgG e IgM para Toxoplasmose, rubéola e citomegalovírus negativos. Ecocardiografia fetal sem alterações. Os 2 diagnósticos mais compatíveis com o quadro apresentado são:
Gestante no 3º trimestre procura atendimento devido a surgimento de prurido intenso, principalmente no abdome e nádegas atrapalhando as atividades diárias. O exame físico mostra apenas lesões difusas causadas pelo ato de coçar. O diagnóstico mais provável é:
Paciente de 27 anos, assintomática, sem patologias prévias, exame físico normal realiza sua primeira colpocitologia oncótica, com laudo a seguir: Amostra satisfatória Elementos representados na amostra: escamoso Microbiologia: cocos e presença de ‘clue cells’ Negativo para neoplasia A conduta mais adequada é:
Assinale a principal etiologia da meningite asséptica aguda:
Compartilhar