Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Obstetrícia

Paciente é internada em 8/11/08 no centro obstétrico, em trabalho de parto. No cartão de pré-natal consta DUM 1/2/08, DPP 10/11/08, Gesta II, Para I (PN), aborto 0, laudo da ultrassonografia realizada em 30/3/08: Embrião com bcf Positivo, comprimento cabeça-nádegas de 52mm, IG de 9 semanas+ 4 dias. Ao exame físico: posição do colo posterior, esvaecimento em 40% consistência média, altura do plano de Delee em -1,2 dilatado para 4 cm, bolsa íntegra, apresentação cefálica, bcf de 144 bpm, 2 contrações de 50 segundos em 10 minutos, boa proporcionalidade bacia e apresentação fetal. Em relação a essa situação hipotética, assinale a alternativa correta.

A
Essa gestação é de 40 semanas+2 dias. Pelo índice de Bishop ser < que 6, indica-se uso de prostaglandinas para amadurecimento do colo e assim indução do parto.
B
Essa gestação é de 40 semanas. Pelo índice de Bishop ser igual a 6, indica-se uso de ocitocina para indução do parto.
C
Essa gestação é de 40 semanas + 5 dias. Pelo índice de Bishop ser igual a 6, indica-se uso de ocitocina para indução do parto.
D
Essa gestação é de 40 semanas + 1 dia. Pelo índice de Bishop ser < que 6, indica-se uso de prostaglandinas para amadurecimento do colo e assim indução do parto.
E
Essa gestação é de 40 semanas + 3 dias. Pelo índice de Bishop ser igual a 6, indica-se uso de ocitocina para condução do trabalho de parto.
Uma mulher de 29 anos, evoluindo há 50 dias com tremores de extremidades, emagrecimento de 5kg, palpitação, labilidade emocional e exoftalmo, fez os seguintes exames: hormônio tireoestimulante = 0,001, tiroxina livre = 4,8, anticorpo anti-receptor de TSH (TRAB) = 42 (normal até 10). O diagnóstico mais provável e a conduta inicial são:
Sobre a ocorrência de embolia gordurosa e de síndrome da angústia respiratória do adulto (SARA), podemos afirmar que:
Ligamento formado pelo periósteo e pela fáscia ao longo do ramo superior do púbis. Essa estrutura é posterior ao trato iliopúbico e forma a borda posterior do canal femoral com importância anatomocirúrgica:
Qual é o teste laboratorial mais confiável para o diagnóstico de ataque agudo de malária?
Compartilhar