Questões na prática

Clínica Médica

Pneumologia

Nefrologia

Paciente está internada na unidade de terapia intensiva por choque séptico de foco pulmonar. Apresenta-se hipotensa, apesar da hidratação vigorosa e do uso da droga vasoativa, está intubada e em ventilação mecânica. Os parâmetros ventilatórios são: volume-corrente de 600mL, frequência respiratória 24, pressão de suporte de 10, PEEP 10, FiO2 50%. A gasometria arterial evidenciou pH 7,30, pCO2 15, pO2 90, bicarbonato 10, satO2 90%. Quais são os distúrbios do equilíbrio ácido-básico que esta paciente apresenta?

A
Distúrbio misto não compensado. Acidemia com acidose metabólica primária, alcalose respiratória primária.
B
Distúrbio misto não compensado. Acidemia com acidose metabólica primária, alcalose respiratória secundária.
C
Distúrbio simples não compensado. Acidose metabólica primária, alcalose respiratória secundária.
D
Distúrbio simples compensado. Acidose metabólica primária, alcalose respiratória secundária.
E
Distúrbio misto compensado. Acidemia com acidose metabólica primária, acidose respiratória primária.
Um paciente de 30 anos é atropelado por carro em alta velocidade. Após reposição volêmica, ocorre estabilização hemodinâmica. Clinicamente existe TCE e há suspeita de trauma abdominal. A ultrassonografia e a tomografia computadorizada estão em manutenção e foi recomendada realização de lavado peritoneal diagnóstico (LPD). O achado do LPD que indica necessidade de laparotomia exploratória é acima de:
Um paciente que procura o ambulatório de transplante hepático do HUOL com cirrose, recebe do hepatologista a informação de que será colocado na lista obedecendo ao escore MELD (modelo para doença hepática terminal). Esse escore é um sistema desenvolvido para alocar órgãos de acordo com:
Durante uma colisão automobilística, um homem de 56 anos foi violentamente lançado contra o volante de seu caminhão. Na chegada ao pronto-socorro, ele apresentava sudorese e queixava-se de dor torácica. A pressão arterial era 60/40 mmHg, e a frequência respiratória 40 incursões por minuto. Como causa da hipotensão desse paciente, o achado que diferencia tamponamento cardíaco de pneumotórax hipertensivo é como se encontra:
Menino de sete anos, com história de tosse e dispneia há sete dias, sem febre, apresenta: FR: 30 ipm, presença de tiragem intercostal, AP: MV diminuído em HTD. RX tórax indica presença de alargamento de mediastino, mais importante à direita. O provável diagnóstico, nesse caso, é:
Compartilhar