Questões na prática

Clínica Médica

Endocrinologia

Paciente feminina, 28 anos, se apresenta com queixa de cansaço, pele seca, irritabilidade, insônia, irregularidade menstrual e ganho de peso de 3-4 kg nos últimos seis meses.Ao exame físico, apresenta aumento difuso da glândula tireoide à palpação.Exames laboratoriais: TSH = 12 µUI/mL (0,35-5,00 µUI/mL); T 4 livre = 1,47 ng/dl ( 0,70 ng/dL- 1,80 ng/dl). Dosagem do anticorpo antiperoxidase positiva. Assinale a alternativa correta:

A
O diagnóstico é de hipotireodismo congênito, já que a paciente apresenta valor elevado de TSH e anticorpo antiperoxidase positivo.
B
O diagnóstico é de hipotireodismo primário, provavelmente causado por uma tireoidite autoimune (tireoidite de Hashimoto).
C
O diagnóstico é de hipertireodismo por Doença de Graves, já que o valor de TSH apresenta-se elevado.
D
O diagnóstico é de hipotireodismo secundário ocasionado por uma hipofisite autoimune
E
Nenhuma das questões anteriores.
Qual o padrão eletrencefalográfico classicamente relacionado a encefalopatia hepática?
As especificações técnicas abaixo estão relacionadas ao registro de pacientes com suspeita de morte encefálica (silêncio elétrico-cerebral). Qual delas NÃO pode ser adotada como critério de morte encefálica?
Uma paciente feminina de 72 anos de idade apresenta quadro súbito de fraqueza da mão direita e hemiface direita, disfasia e hemianopsia homônima direita. Nesse caso, houve oclusão da artéria:
No caso de um paciente masculino de 15 anos de idade com retardo mental moderado, transtorno de déficit de atenção, face alongada, orelhas aumentadas, em abano, e macrorquidia, qual o provável diagnóstico?
Compartilhar