Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Obstetrícia

Paciente feminina, 35 anos de idade, casada, gestante, chega à emergência obstétrica com queixas de sangramento vaginal e dor pélvica. Refere estar em acompanhamento pré-natal. Ecografia obstétrica registrada na carteira da gestante, realizada há 5 dias, refere gestação única, com idade gestacional de 12 semanas. Ao exame físico, apresenta sangramento vaginal e colo aberto e sem presença de batimentos cardíacos fetais (BCFs). Em relação ao caso clínico, qual o principal diagnóstico e a conduta mais adequada?

A
Abortamento completo. A curetagem uterina está indicada após a saída do feto.
B
Abortamento incompleto. Há necessidade de preparo para dilatação do colo uterino e no segundo momento, curetagem uterina após a saída do feto.
C
Gestação molar. Esvaziamento uterino com vacuoaspiração.
D
Abortamento incompleto. Curetagem uterina após a saída do feto sem necessidade de preparo para a dilatação do colo cervical.
E
Abortamento completo. O acompanhamento clínico é suficiente para este caso.
A infecção causada pelo vírus Herpes Simplex Tipo II (HSV II) ocorre por um derrame viral na pele ou em membrana das mucosas acometidas. A seguir, os anticorpos neutralizantes são produzidos no início da infecção e persistem, mas não previnem recidivas da fase ativa da doença. Baseados nesse contexto, podemos afirmar que em relação à patogenicidade e à transmissibilidade do HSV II:
Paciente do sexo masculino, 55 anos, usuário de álcool e tabaco há 38 anos, apresenta tumoração em cavidade oral, irregular, endurada, fixa, dolorosa, que causa disfagia e sensação de corpo estranho. Informa emagrecimento de 10 Kg nos últimos 2 meses. Foi submetido à biópsia da tumoração cujo histopatológico concluiu tratar-se de lesão maligna, a mais frequente nesta topografia. Qual o provável tipo histológico?
Uma criança de 3 anos de idade foi trazida ao pronto-socorro infantil, pois ao chorar, mãe percebeu que seu olho direito não ocluía completamente e a rima labial desviava para esquerda. Ao exame de otoscopia, apresentava abaulamento e hiperemia de membrana timpânica direita. Qual a conduta mais adequada para esse caso, além dos cuidados oculares:
Pré-escolar de três anos, bom estado de saúde prévio, apresenta um quadro de pneumonia com derrame pleural de volume moderado. A toracocentese extraiu-se líquido turvo. O agente etiológico mais provável para este caso é:
Compartilhar