Questões na prática

Clínica Médica

Neurologia

Paciente feminina, 46 anos, proveniente de Pedro Rosário-MA, chega ao ambulatório. Refere diagnóstico de enxaqueca crônica e nega outras patologias conhecidas. Queixa de cefaleia unilateral pulsátil, retro-orbitária, intensa, que lhe acorda à noite e dura cerca de 1 hora, sudorese fria; refere cerca de três crises ao dia, durante cerca de dois meses, todos os anos, há 2 anos. Refere alcoolismo crônico. Ao exame, ptose palpebral, miose e congestão ocular unilateral e ipsilateral ao local da dor; sem outras alterações ao exame físico. Qual o provável diagnóstico e conduta adequada?

A
“Cluster haedache”, oxigenioterapia a 100% na crise e carbonato de lítio a longo prazo.
B
Enxaqueca sem aura, sumatriptano na crise e propranolol a longo prazo.
C
Cefaleia tensional; AINE na crise e amitriptilina a longo prazo.
D
Tumor retro-orbitário, dexametasona VO e encaminhar para neurocirurgia.
E
Nenhuma das opções acima.
Criança com 12 meses de idade, sexo feminino, trazida ao posto de saúde para consulta de rotina, sem queixas. Nasceu a termo, com peso de 2,2 Kg e estatura de 43 cm. Alimentação e Desenvolvimento Neuropsicomotor (DNPM) adequados. Exame Físico: peso e estatura abaixo de - 2 desvios-padrão para idade. Sem outras alterações. Assinale a alternativa correta:
Paciente masculino, 27 anos, HIV+, em terapia ARV, com CD4 adequado e carga viral baixa, iniciou quadro de febre (38,2°C) e rinorreia clara há 1 dia. Evoluiu com cefaleia frontal leve/moderada, congestão nasal e hiposmia. A rinorreia tornou-se amarelada e a dor localizou-se principalmente na hemiface esquerda, mantendo a intensidade e os demais sintomas. Passados 4 dias, procurou a UBS e você o atendeu. Marque a alternativa correspondente ao diagnóstico e à conduta mais adequada nesse caso:
Sobre doença de Hirschsprung assinale a afirmativa incorreta:
São cardiopatias congênitas cianóticas, EXCETO:
Compartilhar