Questões na prática

Clínica Médica

Reumatologia

Paciente feminina, 78 anos, busca auxílio no Ambulatório de Reumatologia por quadro de aumento de volume em articulações distais de ambas as mãos, além de dor em joelhos ao iniciar o movimento. Refere que tem esse quadro desde os 50 anos, porém “nunca recebeu medicação que curasse seu problema”. Sobre a osteoartrite, assinale a alternativa correta.

A
A osteoartrite é mais comum em mulheres que em homens e essa diferença de prevalência aumenta com a idade.
B
Na osteoartrite tem-se acometimento frequente de punhos, cotovelos e tornozelos.
C
As osteoartrites de mão apresentam grande sintomatologia dolorosa, implicando incapacidade laborativa do paciente.
D
A incidência de osteoartrite não apresenta boa correlação com a idade do indivíduo.
E
Devido à melhoria do atendimento médico, tem-se observado diminuição na prevalência da osteoartrite.
Paciente 65 anos, sem co­morbidades prévias, no segundo dia de pós-operatório de gastroduodenopancratectomia apresenta-se adinâmico, com fraqueza muscular generalizada. Dentre os exames realizados para investigação do quadro o eletrocardiograma mostrava ritmo sinusal, porém com intervalo PR prolongado e onda T apiculada. Hipótese diagnóstica mais provável?
Paciente com eletrocardiograma mostrando ritmo sinusal com intervalo RR de 15 mm e com QRS positivo em D1 e negativo em aVF. Em aVR o QRS está isodifásico. Marque a resposta correta:
Mulher de 65 anos apresenta-­se com ataque isquêmico transitório. A contagem de plaquetas era 690000/L. Hemoglobina normal e VCM normal. Relato antigo revelou que as plaquetas eram maiores que 600.000/L há mais de um ano. Qual é o mais provável diagnóstico?
Em relação à faringoamigdalite bacteriana (estreptocócica), qual das alternativas abaixo não é característica da doença em crianças?
Compartilhar