Questões na prática

Dermatologia

Paciente feminina, de 14 anos, asmática, é trazida ao pronto-atendimento devido a quadro broncoespasmo, urticária, cólicas e diarreia de início abrupto. Estava em uso de Amoxilina, Diclofenaco e Analgésico, motivado por diagnóstico prévio de sinusite. O quadro acima é compatível com reação anafilática. A conduta que NÃO se aplica ao quadro é:

A
realizar manutenção da via aérea e administração imediate de epinefrina.
B
monitorar função cardiovascular.
C
considerar o uso de corticoides ou anti-histamínicos sistêmicos.
D
a dessensibilização de fármacos não se faz necessária; é suficiente treinar a paciente e familiares para usarem epinefrina quando necessário.
E
realizar vigilância permanente, por 12 a 24 horas, ou enqunato perdurar a instabilidade dos sinais vitais.
Os pacientes portadores de doença arterial carotídea podem apresentar manifestações clínicas com graus variados, exceto:
A doença de Caroli consiste numa doença hepática rara que se caracteriza por:
Usualmente três doenças estão associadas à presença do corrimento vaginal: candidíase, tricomoníase e vaginose. Nessa situação, a abordagem diagnóstica requer:
Menina de 3 anos foi encaminhada para a consulta de pediatria geral para investigação diagnóstica. Refere histórico de cinco episódios de otite média aguda este ano. A última foi tratada há 4 meses. Durante o exame físico, verifica-se que permanece a presença de líquido no ouvido médio esquerdo. Qual a próxima conduta indicada neste caso?
Compartilhar