Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Obstetrícia

Ginecologia

Paciente feminina tem 26 anos. Menarca aos 13 anos com ciclos regulares de 28 dias. Iniciou relações sexuais aos 16 anos, refere ter tido dois parceiros e estar namorando fixo há 1 ano. Fez uso de anticoncepcionais orais dos 17 aos 25 anos, quando trocou a anticoncepção por anel vaginal. Nos últimos 4 meses, não está fazendo uso da anticoncepção, porque refere esquecer de comprar medicamento e mantém relações sexuais desprotegida. Não sabe informar a data da última menstruação e traz exame de gravidez positivo. Ao exame físico, apresenta PA 130x80 mmHg, FC; 80 bpm, Tax: 36,8C, altura 1,58 m e peso 56kg. Ao exame ginecológico, sem anormalidades, e o toque vaginal apresenta útero aumentado e consistência amolecida. Foram solicitados exames laboratoriais e retorno em uma semana. Retornou com exames: tipagem saguinea B, Rh positivo, VDRL negativo, EAS com esterases leucocitárias, urocultura positiva (> 1000 unidades), hemoglobina 11,5g%, glicemia de jejum 80mg/dl, anti-HIV não reagente, toxoplasmose IgG e IgM negativos. Em relação aos exames apresentados, considere as seguintes alternativas de conduta: I - Solicitar o teste e coombs indireto na primeira oportunidade de identificação de incompatibilidade. II - Tratar paciente com ampicilina ou nitrofurantoína para infecção de trato urinário e proceder uma nova urocultura em 7 a 10 dias após o término da medicação e a cada 2 meses até o parto. III - Solicitar teste de avidez funcional da IgG para toxoplasmose e dar as seguintes orientações: evitar a ingestão de carnes malcozidas, proteger as mãos a lidar no jardim, lavar bem as frutas e verduras e evitar contatos com animais (gatos). Quais estão corretas?

A
Apenas I.
B
Apenas II.
C
Apenas III.
D
Apenas II e III.
E
I, II e III.
Dentre as causas de hemorragia digestiva baixa, assinale a principal causa de sangramento de grande volume em paciente de 55 anos.
De acordo com o caso clínico abaixo, marque a alternativa que melhor define o quadro apresentado: Paciente do sexo masculino, 36 anos, natural de Cariacica-ES, compareceu ao ambulatório de dermatologia apresentando numerosas lesões tipo placa eritematosas, algumas eritemato-violáceas, infiltradas, com contornos internos bem definidos e externos mal definidos, centro com coloração de pele normal. Apresentava infiltração dos pavilhões auriculares. Relatou surgimento do quadro há alguns meses, porém o aparecimento súbito de nódulos eritematosos dolorosos acompanhados de sintomas gerais tipo febre e astenia o levaram a procurar atendimento. Apresentava teste de sensibilidade térmica alterado com hipoestesia.
Tem maior risco de desenvolver osteomielite, EXCETO:
Mulher, 40 anos, previamente hígida. HMA: foi encontrada desacordada em uma fazenda distante com diversas cartelas vazias de diazepam ao seu lado. Após cinco horas, chegou ao PA. EF: REG, eupneica, acianótica, anictérica, afebril, escala de Glasgow: 13; 2 bulhas rítmicas, normofonéticas, sem sopros, FC: 90 bpm, PA: 110/70 mmHg; abdome sem alterações; murmúrio vesicular presente e simétrico, sem ruídos adventícios, FR: 16 ipm, SatO2: 92%. A conduta mais adequada é:
Compartilhar