Questões na prática

Clínica Médica

Endocrinologia

Cardiologia

Nefrologia

Paciente feminino, 68 anos, procurou o seu consultório para avaliação de rotina. Relata hipertensão arterial e encontra-se em uso de losartan 50 mg ao dia. Nega outras doenças. Os exames iniciais revelaram glicemia em jejum de 132 mg/dl, colesterol total de 238 mg/dl, HDL colesterol 42 mg/dl, triglicerídeos 155 mg/dl, função renal normal. Em exame confirmatório, a paciente apresenta glicemia em jejum de 128 mg/dl. Em relação à conduta a ser tomada neste caso, assinale a alternativa CORRETA.

A
Deve-se iniciar a terapia com modificações de estilo de vida, utilizando a terapia farmacológica se não houver resposta.
B
O objetivo de controle pressórico é abaixo de 140/90 mmHg.
C
Deve-se iniciar estatina, com objetivo de obter LDL colesterol abaixo de 130mg/dl.
D
Neste caso, não está indicado o uso do ácido acetilsalicílico.
E
Está indicado o rastreamento de nefropatia, através da albuminúria.
Uma senhora de 54 anos, portadora de ansiedade generalizada, comparece para consulta por intensa dificuldade de memória, redução da capacidade laboral e lentidão. Ela usa alprazolam há seis meses na dose de 4 mg por dia. Qual das medicações é a mais adequada ao seu tratamento?
Qual a interpretação para uma criança que apresenta o seguinte padrão sorológico para hepatite B: HBsAg negativo; HBeAg negativo; anti-HBcIgM negativo; anti-HBe negativo e anti-HBs positivo?
Sobre o uso de diuréticos tiazídicos no tratamento da hipertensão arterial sistêmica, analise as proposições abaixo. 1) Reduzem o volume plasmático e, em longo prazo, aumentam a resistência vascular periférica. 2) Administrados isoladamente em baixas doses exibem ação antipertensiva. 3) Alterações bioquímicas e metabólicas são dose-dependentes. 4) Em baixas doses, a hidroclorotiazida apresenta redução na ação diurética a médio e longo prazo. 5) Podem precipitar crise de gota. Está (ão) correta (as) apenas:
Qual o agente etiológico da BRONQUIOLITE?
Compartilhar