Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Obstetrícia

Paciente G3P2A0 (2 partos vaginais), 38 semanas de gestação, é admitida na sala de parto com diagnóstico de descolamento prematuro de placenta. Ao exame: PA 90 x 50 mmHg, pulso 98 bpm e FR 18 mrp.Toque: colo dilatado 5 cm, bolsa íntegra, +1 de De Lee, cefálico em “ODP”, BCF 102 bpm. A melhor conduta materno-fetal para resolução da gestação é:

A
realizar amniotomia e bloqueio peridural contínuo.
B
aguardar evolução normal do trabalho de parto.
C
acelerar o trabalho de parto com ocitocina.
D
realizar cesárea.
E
ressuscitação fetal intraútero e aguardar evolução do trabalho de parto.
Homem de 65 anos, portador de Insuficiência Renal Crônica em tratamento dialítico, é submetido à cirurgia eletiva para reparo de aneurisma de aorta abdominal. De acordo com o risco cirúrgico, a classificação ASA para esse paciente é:
Paciente de 25 anos apresenta aumento recente e indolor do volume testicular. Realizado ecografia que demonstrou lesão hipoecóica homogênea sugestivo de seminoma. A respeito dos tumores testiculares pode-se afirmar:
Homem de 29 anos de idade, com história de etilismo pesado, foi trazido pela família ao pronto-socorro porque estava muito sonolento e agitado há 2 dias. Ao exame, o paciente alternava agitação psicomotora com sonolência; estava desorientado; desatento; taquicárdico (102 bpm) e apresentava sudorese; tremores de mãos; PA: 150 x 105 mmHg. Após instituir hidratação intravenosa e iniciar investigação da causa do quadro de delirium, qual é o medicamento prioritário neste caso?
No que concerne ao exame de fundo de olho, são válidas as seguintes afirmativas, EXCETO:
Compartilhar