Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Obstetrícia

Paciente G3P2A0 (2 partos vaginais), 38 semanas de gestação, é admitida na sala de parto com diagnóstico de descolamento prematuro de placenta. Ao exame: PA 90 x 50 mmHg, pulso 98 bpm e FR 18 mrp.Toque: colo dilatado 5 cm, bolsa íntegra, +1 de De Lee, cefálico em “ODP”, BCF 102 bpm. A melhor conduta materno-fetal para resolução da gestação é:

A
realizar amniotomia e bloqueio peridural contínuo.
B
aguardar evolução normal do trabalho de parto.
C
acelerar o trabalho de parto com ocitocina.
D
realizar cesárea.
E
ressuscitação fetal intraútero e aguardar evolução do trabalho de parto.
É característica inequívoca das neoplasias malignas.
A estenose aórtica severa é uma valvopatia de mau prognóstico. Qual o sintoma define uma pior sobrevida?
A síndrome paraneoplásica é uma condição frequente no carcinoma de pulmão. Dentre as situações apresentadas abaixo a que não pode ser associada a ela é:
Um homem de 35 anos apresenta episódio autolimitado de diarreia, surgindo, algumas semanas depois, um quadro de poliartrite assimétrica de membros inferiores, dáctil e nos pododáctilos, tendinite do aquileu, lesões superficiais, eritematosas e indolores no pênis. Constata-se que apresenta também uma sacroileíte assintomática e conjuntivite bilateral. Um exame de sangue mostra HLA-B27. O diagnóstico provável deste caso é:
Compartilhar