Questões na prática

Clínica Médica

Cardiologia

Pneumologia

Paciente hipertenso de longa data desenvolve dor precordial progressiva com irradiação para o dorso e abdome, distensão abdominal, ausência de pulso em membros inferiores. No momento da admissão na emergência, a sua pressão arterial é de 220/130mmHg em MMSS e 140/80 em MMII. Qual a melhor conduta para controle da pressão arterial? Referência: GOLDMAN, L.; AUSIELLO, D. Cecil - Tratado de Medicina Interna - 21ª Edição.

A
Hidralazina venosa.
B
Diazóxido venoso.
C
Beta-bloqueio seguido de nitroprussiato de sódio.
D
Bloqueador de canal de cálcio sublingual.
E
Inibidor de ECA sublingual.
Um paciente de 80 anos, apresentando TRÍADE DE CHARCOT apresenta quais sinais e sintomas?
Assinale a opção que corresponde a um dos sinais menores dos critérios de Jones modificados para o diagnóstico de Febre Reumática.
Primigesta, na 30ª semana procura a maternidade com queixa de perda de líquido pela vagina, há uma semana, e desconforto uterino há 12 horas. Temperatura axilar materna de 38,1ºC, pulso: 105 bpm, a ultrassonografia mostrou ILA de 3,2 cm, o leucograma evidenciou 17.200 leucócitos/mm³ e o teste de papel de nitrazina, positivo. Com esse quadro, além da antibioticoterapia, deve-se:
Paciente, branco, sexo masculino, iniciou, aos 3 anos e 11 meses, edema progressivo até anasarca, em 2 semanas. A genitora relata aumento de 3 kg. Antecedentes pessoais não significativos. História familiar: mãe e tio maternos albinos. Ao exame físico, apresentava-se normotenso, com edema generalizado, peso de 23 kg, altura de 107 cm. Os exames complementares iniciais revelaram hipoalbuminemia de 1,4 g/dl e proteinúria de 4,7 g/dia. O diagnóstico mais provável é:
Compartilhar