Questões na prática

Clínica Médica

Cardiologia

Hematologia

Nefrologia

Paciente masculino, 67anos, hipertenso prévio em uso de Propranolol 80mg/dia e com história de Diabetes Mellitus há 10 anos, em uso de Metformina; Chega à emergência com Quadro de Dispneia, Cansaço, Cianose, Anorexia, Náuseas, Vômitos que iniciaram há 02 semanas e se intensificaram há 01 dia. Relata também que iniciou edema de membros inferiores e face há 03 dias. Apresentava também secreção pulmonar purulenta. Ao exame: MEG, Mucosas descoradas (3+/4), PA(220/140 mmHg), FC(140bpm), CV (RR, 2T, Bnf), Resp (Mv Preservado com estertores bilaterais até o ápice). Edema de Membros Inferiores (3+/4). Exames Laboratoriais: Htc (30) Hb(10) Leucócitos (15.700) Bastões (30%) Segmentados (46) Plaquetas (150.000) Glicemia (600 mg/dl) ; Ureia (560 mg/dl); Creatinina (10mg/dl); K(7,8) Gasometria Arterial: pH(7,05) pO2(60); pCO2 (30); Bic (10); BE(-15); Sat(85%) Parcial Urina com Glicose (+++) Corpos Cetônicos (++) Rx Tórax com congestão pulmonar e foco de consolidação em base direita. Qual das alternativas abaixo está incorreta:

A
Paciente com Edema Agudo de Pulmão, deve receber Furosemida, Dobutamina, Nitroprussiato
B
Paciente mantem quadro de confusão mental devido à uremia e à hiperglicemia
C
A Hiperpotassemia é devida à Insuficiência Renal e à Acidose Metabólica;
D
A Crise hipertensiva deve ser tratada com Captopril Sub-Lingual
E
Paciente apresenta Anemia devido a Insuficiência Renal Crônica, deve ser tratada com Sulfato Ferroso e Eritropoietina
Atendendo uma chamada de urgência na enfermaria clínica, observa-se um paciente com hematêmese franca. Após exame e manuseio inicial, com estabilização dos sinais vitais, é visto no prontuário que o mesmo realizou endoscopia digestiva alta pela manhã, tendo sido evidenciado úlcera duodenal não sangrante. Enquanto o serviço de endoscopia prepara-se para receber novamente o paciente, alguns procedimentos cabíveis podem ser realizados. Qual dos itens abaixo representa terapêutica desnecessária neste paciente?
Paciente de 50 anos, previamente sadia, é internada por febre e aparecimento de equimoses em todo o corpo há 2 dias. Os exames de admissão evidenciam Hb = 9,1, discreta leucocitose, plaquetas = 15.000, presença de numerosos esquizócitos no esfregaço periférico, LDH = 1.500 e creatinina = 2,3 mg/dl. Considerando o provável diagnóstico desta paciente, assinale a opção que representa a terapia mais apropriada para este caso.
Mulher de 45 anos, previamente saudável, procura atendimento por dor em cotovelo e febre. Refere inchaço, dor e vermelhidão no cotovelo direito há cerca de 24h, acompanhada de febre de até 40 °C com calafrios. Exame físico evidencia sinais flogísticos em cotovelo direito com demais articulações normais. Não há outros achados no exame físico. Exames laboratoriais evidenciam somente leucocitose de 16.000 células com desvio à esquerda (10% de bastões). Qual a melhor conduta a ser adotada?
A malária é uma doença febril aguda, causada por protozoários transmitidos por vetores. No Brasil, sua importância se dá pela gravidade clínica e elevado potencial de disseminação em areas endêmicas. A respeito da malária pode-se afirmar:
Compartilhar