Questões na prática

Clínica Médica

Gastroenterologia

Paciente masculino, de 51 anos apresenta-se ao pronto socorro relatando um episódio de hematêmese há 2 horas, com aproximadamente 200 ml de volume. Nega melena. Nega doença péptica ou uso de anti-inlamatórios não esteroides. Nega etilismo. Ao exame clínico apresenta-se consciente, com pressão arterial 110/68mmhg, pulso 115bpm, frequência respiratória 18 mrm, hipocorado, sem sinais de irritação peritoneal. A respeito do caso apresentado assinale a alternativa CORRETA:

A
O paciente não poderia apresentar-se com hematoquezia.
B
A causa mais provável do sangramento é a neoplasia gástrica.
C
A primeira conduta é providenciar endoscopia digestiva alta
D
O uso de inibidores de bomba de prótons deve ser iniciado antes da confirmação diagnóstica.
E
Após iniciado o tratamento, a endoscopia digestiva deve ser realizada em até 48 horas.
Amamentar é muito mais do que alimentar a criança. Envolve uma interação complexa multifatorial, que interfere no estado nutricional da criança, em sua habilidade para se defender de infecções, em sua fisiologia e no seu desenvolvimento cognitivo e emocional. A Atenção Primária em Saúde (APS) tem papel estratégico no incentivo e na garantia dessa prática. Sobre o Aleitamento Materno, assinale a assertiva incorreta:
Quanto aos mecanismos de ação dos antibióticos, CORRELACIONE: 1 – betalactâmicos (penicilinas e cefalosporinas). 2 – aminoglicosídios (gentamicina). 3 – rifampicina. 4 – quinolonas (ciprofloxacino). 5 – sulfonamidas e trimetoprima. A - Inibição das ligações cruzadas. B - Inibe competitivamente as enzimas envolvidas nos dois passos da biossíntese do ácido fólico. C - Liga-se a subunidade 30S do ribossomo. D - Inibe a RNA polimerase dependente de DNA. E - Inibe a DNA girase (subunidade A) e a topoisomerase IV.
De acordo com Sistema de pontuação para diagnóstico de Tuberculose (TB) Pulmonar em crianças e adolecentes negativos a baciloscopia, do Ministério da Saúde - 2002 quais os critérios que devem ser avaliados?
Juliana, 2 meses e 25 dias de vida, chega ao pronto-atendimento com febre. A mãe relata que há 12 horas vem notando a criança muito “quentinha”. Ela sente-se insegura, Juliana é sua primeira filha e o pai está preso em Bangu I por tráfico e uso de drogas. Juliana nasceu de parto normal, realizado na emergência, pensando 3500g. Não foi amamentada ao seio, usando exclusivamente fórmula láctea. A mãe não realizou pré-natal e perdeu a carteira de imunizações da filha. Exame físico: peso 5.100g, T.ax 38,5°, FC 148bpm, FR 40 irpm. Lactente ativa, sem sinais de irritação meníngea, eupneica, com pequena lesão cicatricial em região deltoide de braço direito. Demais aparelhos e sistemas sem aterações. A causa mais comum de acidentes não fatais nessa faixa etária é:
Compartilhar